.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes, furriel milº Angola ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

"NINGUÉM DESCE VIVO DUMA CRUZ!..."

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sábado, 31 de maio de 2008

Relembrando...pelo José Costa


Pica Sinos!

Li um texto no Blog sobre a nossa primeira baixa. Andei a pesquisar nos vários textos mas não o encontrei mas penso que foi de tua autoria. No meu arquivo encontrei uma foto deste nosso infortunado companheiro, que aqui vos envio. No meio da foto sou eu, à minha esquerda já não recordo o nome, sei que era enfermeiro/maqueiro da zona do Estoril. E à minha direita é o nosso companheiro cujo JEEP (GMC?) lhe esmagou o rosto, também não recordo o nome.
Foto tirada na Parede enquanto formavamos o Batalhão em Março/67

Um bom f.d. semana para todos
Costa

1 comentário:

disse...

Amigo Costa e Companheiros
Ainda hoje me custa recordar esse triste episódio.
Que maneira macabra de morrer !!
Enfim, a maldita guerra !!
O acidente foi com uma GMC e o condutor era o Régua, que quase enlouqueceu, lembram-se.
Ele estava num pranto na caserna, chorava que metia dó, e houve pessoal que recolheu as armas todas da caserna, pois ele queria matar-se...que tragédia.
Mas o Régua não teve culpa nenhuma, quem ia adivinhar que ele estava a dormir mesmo junto ao rodado da GMC.
O camarada á tua esquerda era um grande maluco e ficou pirado.
Lembram-se que ele até se oferecia para ir fazer operações?
e que andava com um porta-chaves que era a orelha de um nativo/nativa, já não sei precisar.
Acabou por vir evacuado para a Metrópole, pois fez uam data de asneiradas.
Um abraço para todos Zé Justo