.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes, furriel milº Angola ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

"NINGUÉM DESCE VIVO DUMA CRUZ!..."

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

quarta-feira, 19 de março de 2008

Dia do Pai...

Do amigo Zé Justo para todos nós, pais, avós etc.

Diz ele:

"Amigos, salvé este dia, e não nos esqueçamos da outra parte... as nossas mulheres!"

Um abraço Zé Justo.

A respeito do dia do Pai, vou transcrever aqui um poema de José Fernandes Castro. É dirigido a uma Filha ou a um Filho.

MINHA RAZÃO DE VIDA (José Fernandes Castro)

Minha filha meu poema Meu doce tema... d´inspiração.

Amor por mim inventado Musa dum fado... feito paixão...

Meu pedacinho de vida Com olhos lindos... da côr do céu

Minha roseira florida Prémio que a vida... me ofereceu.

Minha filha minha amada. Minha alvorada... de encantamento.

Meu respirar de alegria Meu novo dia... meu novo alento...

Tens no rosto tal beleza Que à natureza... fazes ciúme

Tens perfil de terna flor E o teu amor... é meu perfume

Meu quadro d´amor sublime Por ti se exprime... meu coração

Meu sonho realizado Fado cantado... com devoção...

Meu sol de cada manhã Meu talismã... minha verdade

Poema mais que desperto Caminho aberto... prá felicidade

Sem comentários: