.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

quarta-feira, 4 de junho de 2008

O Almoço entre o Pica Sinos, o Palma e o Zé Manel








FUI ALMOÇAR COM O MANUEL PALMA E COM O JOSÉ MANUEL
O BOTAS VEM A SEGUIR


Do almoço que marquei com o Palma, há hora marcada, respondendo ao convite no Blog apareceu o José Manuel e demos aquele forte abraço a quem há cerca de 40 anos não o víamos – o Palma –.

O almoço teve lugar no restaurante Arizé no Pragal/Almada, não foi a quatro porque o “desenfiado” Botas, convidado em cima da hora, não pôde participar.

Devidamente acomodados, enquanto não vieram as migas a acompanhar o entrecosto fomos conversando na companhia de uns tintos – Monte Velho – carapauzinhos fritos, queijo e chouriço. Uma delicia.

O tema começou naturalmente pela família: o Zé já casado há 40 anos tem um casal, mas netos “cá tem”. O Palma, a pensar na reforma, é casado em segundas núpcias. Pai de duas meninas também não é (ainda) avô. Depois recordámos passagens em Tite, dos amigos, das tertúlias, da sorte e dos azares, algumas das histórias que “pincelámos” a seu tempo prometeram contar.

Entre muitos outros; falamos do Justo, do Guedes, do Henrique, do Gentil, do PP, do Cavaleiro, do Luis (rádio montador) que tem uma fabrica de marionetas”, do Matos, do Costa que ficou de organizar o próximo almoço em Ovar, do Monteiro, do Serafim, do Bagulho, do falecido Heitor e de outros que já não estão entre nós.

Combinamos engatar o Gentil, que mora em Vila Verde, para os lados do Cadaval, para o “convidar” a almoçar na terra dele. Que Henrique não vai escapar da caldeirada em Peniche - diga-se de passagem está farto de convidar a malta -. Um amigo que também veio à “baila” foi o Arrabaça e outros, muitos outros.

As horas passaram num ápice, despedimo-nos com um até breve, não antes de o Manuel Palma fornecer a sua morada electrónica, cuja recepção fica à responsabilidade da sua filha mais nova. manelpalma@netcabo.pt – portem-se bem até breve.

Pica Sinos
------
Amigos
Grande almoçarada deve ter sido.
Ficamos à espera que traga bons escritos deste vosso encontro.
Um abraço amigos
Leandro Guedes

Sem comentários: