.


“Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma”


(Do Padre António Vieira, no "Sermão da Terceira Quarta-Feira da Quaresma", na Capela Real, ano 1669. Lembrado pelo ex-furriel milº Patoleia Mendes, dirigido-se aos ex-combatentes da guerra colonial.).

-

"Ó gentes do meu Batalhão, agora é que eu percebi, esta amizade que sinto, foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

“Ninguém desce vivo duma cruz!...”

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial

-

Eles,
Fizeram guerra sem saber a quem, morreram nela sem saber por quê..., então, por prémio ao menos se lhes dê, justa memória a projectar no além...

Jaime Umbelino, 2002 – in Monumento aos Mortos na Guerra Colonial, em Torres Vedras


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

RECONHECIMENTO

ESTES SÃO OS EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART. FALTAM AQUI OS EMBLEMAS DAS UNIDADES DA ARMADA E DA FORÇA AÉREA QUE TANTAS VEZES FORAM AO ENXUDÉ, A TITE, A NOVA SINTRA E OUTROS AQUARTELAMENTOS, PARA ENTREGA E LEVANTAMENTO DE CORREIO, REABASTECIMENTOS DE GÉNEROS E MATERIAL BÉLICO E OUTRO DIVERSO, OU PARA EVACUAÇÃO DE MORTOS E FERIDOS E TAMBÉM PARA FLAGELAÇÃO DO IN. E AINDA VÁRIAS UNIDADES DE INTERVENÇÃO RÁPIDA TAIS COMO PARAQUEDISTAS, FUZILEIROS, COMANDOS E OUTRAS COMPANHIAS, PELOTÕES OU SECÇÕES, PARA AJUDA EM MOMENTOS MAIS DIFICEIS.

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Capelão Luis Silva e Capitão Paraiso Pinto

Este comentário não caberia aqui.Mas não vi outro local para o fazer, de forma a ficar tão perto da fotografia do capitão Paraiso Pinto. Nunca imaginei, depois de o já ter referido na minha página, revê-lo. Está um jovem. Mas se o visse na rua nem sequer o reconhecia. Foi ele que recebeu a minha companhia, C.CAÇ 2314, à sua chegada a Tite. Nessa noite, fiquei sem saber se era oficial, sargento ou praça. Mas sei que teve o cuidado de ensinar, primeiro os abrigos. Depois, onde podiamos comer. Tenho várias memórias dele e todas boas. O meu abraço ao Senhor Paraiso Pinto, agora talvez coronel. Ex furriel Caldeira 23 de Maio de 2010 16:52 __________________________________ Uma palavra ainda para o Cónego Luis Silva. Não sei se será quem foi a Bissássema levar conforto espiritual à C.CAÇ 2314, durante a sua passagem por aquela praça forte. Referi na minha página que o capelão apareceu por lá e ficou no meu abrigo para pernoitar. Após o jantarito recolheu ao meu buraco e fez questão de rezar o terço. Eu fiquei pelo meio porque tinha também obrigações para com a defesa. Como já não me recordo se será o mesmo, tanto mais que não tive tempo para fixar a sua aparência, deixo o meu abraço a Senhor Cónego. Se for o mesmo que esteve em Bissáassema, que desculpe pela minha falta de cortesia nessa noite. Ex-furriel Caldeira

Sem comentários: