.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


sub tit

sub tit

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Companheiros, perdidos mas achados

Caros companheiros
É sempre motivo de satisfação, diria até que é o objetivo máximo dos nossos encontros que ao longo do ano se vão realizando, o reencontro de companheiros nunca mais vistos após o regresso.
Desta vez tivemos o grato prazer de reencontrar mais dois:

- António Garcia da Costa, de alcunha o major
que era motorista do 2º. comandante
morador na Ponte das Três Entradas
Oliveira do Hospital

- Costa e Silva
do pelotão de morteiros
morador em Braga

Foi uma alegria reencontrar estes amigos que vieram pela primeira vez aos nossos almoços e que prometem não desistir.
Para eles o abraço fraterno, de boas vindas e que continuem com saúde, no seio das suas famílias.
Ficamos à espera das suas fotos do tempo de Tite, para serem publicadas.
Um abraço.
Leandro Guedes.



António Garcia da Costa, o major
_____________________________________________________________


Costa e Silva, do pelotão de morteiros

Sem comentários: