.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes, furriel milº Angola ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

"NINGUÉM DESCE VIVO DUMA CRUZ!..."

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sábado, 21 de maio de 2011

Almoço anual em Macedo de Cavaleiros



O Alberto Camelo, sua esposa e filhos, estão de parabens, pelo excelente convivio proporcionado aos seus companheiros.
Foi um dia muito agradavel, a começar pelo passeio de autocarro, apesar de nem todos terem tido oportunidade de participar nele devido à hora tardia a que chegaram.
A seguir foi a Missa no Convento de Balsamão, numa excelente capela, lindissima, toda ela recuperada, com pinturas muito bonitas e em ambiente de festa. Falta dizer que este convento, habitado apenas por três padres Marianos e um irmão frade, recebe nas susas instalações hóspedes, para o que tem 37 quartos. Insere-se numa paisagem lindissima, rural, agreste, natural, para o descanso efectivo.
Depois o almoço própriamente dito, foi excelente, com prato tradicional da terra e outros acepipes.
Houve discursos, fados, bailarico.
Enfim, um dia em cheio.
Para o ano, em 2012, o almoço será organizado pelo Contige, na zona de Lisboa, para o qual se espera uma enchente nunca vista...
Até lá companheiros e mais uma vez os parabens ao Alberto Camelo, esposa e filhos, pois todos eles trabalharam afincadamente para o sucesso deste almoço.

___________________________



Espero que o almoço em Macedo de Cavaleiros tenha sido um exito como foram os outros, eu não fui porque era muito longe e muito dispendioso

foi com muita pena que não fui mas o próximo se Deus quiser irei.



Tenho ido ao blog mas não vejo as reportagens que estava nos outros almoços pela razão de virem cansados da violenta viagem, quando fizerem

uma reportagem mais alargada digam alguma coisa, foram muitos os companheiros que foram ou quem faltou?.



Um abração do vosso companheiro e amigo

Marinho



Nota- Digam como posso ter acesso ao medalhão que mandaram fazer para o almoço que estou interessado e qual o valor

1 comentário:

Albertina Granja disse...

Pela descrição dos acontecimentos deve ter sido um agradável convívio entre amigos (companheiros de guerra) e é sempre muito bom poder-se conviver, conversar...., enfim, matar saudades, de tempos já tão idos, que seguramente foram bem difíceis, mas que hoje sabe bem recordar, sobretudo porque foram tempos de juventude.
Parabéns !!...
Não deixem "morrer" esse espírito de continuar a manter viva a chama que os impulsiona para a realização de encontros como este.

Fiquei muito curiosa quanto ao convento de Balsamão...., deve ser, na verdade, um local maravilhoso, excelente para um "retiro"....
Quando tiver oportunidade de ir a Macedo de Cavaleiros, não deixarei, com certeza, de visitar esse belo local....