.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Embarcámos para a Guiné faz hoje 44 anos...

Transcrevemos aqui um artigo do Costa, sobre esta efeméride...

Mobilização
No mês de Fevereiro de 1967, iniciaram-se as mobilizações dos quadros. Em Março de 1967, grande parte dos efectivos foram concentrados na Parede.
Concentração
Foi em princípios de Março, que demos início ao IAO, na zona da mata na praia do Guincho onde se formaram os quadros e especialistas para da CCS BART 1914, então destinada à Província Ultramarina da Guiné.
Deslocação para o C.T.I.GUINÉ
Meio de Transporte
Em 08-04-1967, saída da Parede em Viaturas até ao Cais da Rocha de Conde de Óbidos. A bordo do N/T UÍGE ao Cais da Rocha de Conde de Óbidos para o porto de Bissau. Com destino a vários locais da Guiné, iriam embarcar a CCS BART 1914 e mais outras companhias destinadas à Província da Guiné. No Cais da Rocha de Conde de Óbidos, onde se encontrava já grande multidão de familiares e amigos, todas as Companhias formaram e foi-lhes proferida uma alocução. Após passada a revista à formatura as tropas desfilaram em continência.
Embarque
Após todas as formalidades e rituais cumpridos no cais perante as Autoridades civis e militares, embarcámos no navio Uíge, o qual largou amarras eram 12 horas enquanto uma banda tocava o Hino Nacional e freneticamente se faziam as últimas despedidas. A viagem decorreu da melhor forma, sendo o tempo ocupado com exercícios de alarme, programa de variedades e sessões de cinema. “SARILHO DE FRALDAS” com Madalena Iglésias e António Calvário e ainda “SALOMÃO E A RAINHA DE SABÁ” com Yul Brynner e Gina Lollobrigida foram projectados ao ar livre num ecrã improvisado no convés do navio. Durante o dia o nosso Furriel Luís Manuel e seu irmão, abrilhantavam na 1ª classe do navio os oficiais e sargentos com solos de violino e piano. Enquanto a rapaziada, jogava às cartas ou dormia e… também bebia!
Desembarque
Chegamos pelas 06;00 da manhã á entrada do Rio Geba e depois das manobras de ancoramento, ali permanecemos até que se fez noite. Depois de embarcarmos em LDM’s com destino ao Destacamento do Enxudé, cais de acesso ao caminho que nos levaria ao Quartel de Tite onde ali permanecemos 23 meses!
Curiosamente este mesmo navio havia de nos trazer de volta 23 meses depois!
José Costa

1 comentário:

leandro guedes disse...

Somos tantos e ninguém diz nada...
Não esqueçam, porque para isso já chegam os outros...