.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Espirito de Natal

Da nossa amiga e colega Albertina Granja, recebemos a seguinte mensagem de Natal
___________________

“ESPÍRITO DE NATAL”

Por todo o lado já são visíveis os sinais de que o Natal está prestes a chegar….
§  As ruas e montras já estão enfeitadas;
§  Em quase todas as casas já existe, pelo menos, uma árvore de Natal toda iluminada e debaixo dela alguns embrulhos em papel colorido já denunciam a existência de presentes para alguns;
§  As lojas de brinquedos já começam a ter grande afluência por parte de quem faz questão de adquirir montanhas e montanhas de brinquedos para oferecer às suas crianças (filhos, netos, sobrinhos, amigos, etc.);
§  Já se pensa nos cozinhados e no que vai ser necessário encomendar e adquirir para a ceia e dia de Natal…
Enfim…, já começou a azáfama para aquela que é chamada a “quadra da família”….
A todo este corrupio costuma chamar-se “Espírito de Natal”, mas será que assim deve ser designado?
Por acaso o “Espírito de Natal” tal como é entendido pela grande maioria das pessoas não estará deturpado?
Parece que sim…., mas adiante…
É este o Natal de quase todos nós…, bem diferente dos Natais de outrora, é certo, daqueles Natais dos quais todos temos tantas e belas recordações, mesmo não se assemelhando em nada aos de hoje…
Naquela época eram bem diferentes as preocupações com a celebração do Natal…..
Não eram necessárias grandes e valiosas prendas, bastava uma lembrança; os meninos não tinham obrigatoriamente de receber brinquedos caros ou peças de vestuário de marca…, bastava-lhes um chocolate, uma moeda ou qualquer outra lembrança ainda que insignificante….
Mas o espírito de “família” estava lá….., bem presente….!!!!
Pais, filhos, irmãos, avós…, ninguém faltava na mesa de Natal….
Todos saboreavam com gosto o que, com grande empenho por parte dos mais velhos, tinha sido confeccionado….e os mais pequenos apressavam-se a ir pôr o “sapatinho na chaminé” porque o Menino Jesus iria, com toda a certeza, lá deixar o que de pouco tinha conseguido arranjar…
Hoje temos saudades desses Natais, desses sabores, dessa simplicidade, dessa alegria sentida na reunião da família que tínhamos nessa época…..., mas já nada acontece como dantes….!!!! Tudo mudou…!!!! Tanta coisa se perdeu, tanta coisa ficou para trás….!!!!
Agora só nos resta recordar……
Para todos, um Santo e Feliz Natal, com tudo de bom….., sobretudo com muita saúde...
FESTAS FELIZES
Albertina Granja

1 comentário:

leandro guedes disse...

Em nome de todos os nossos companheiros, ex-combatente do BART 1914, agradecemos os votos formulados.
Retribuimos e desejamos que tenha também um Feliz Natal com muita saúde para si e seus familiares.
Muito obrigado.