.


“Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma”


(Do Padre António Vieira, no "Sermão da Terceira Quarta-Feira da Quaresma", na Capela Real, ano 1669. Lembrado pelo ex-furriel milº Patoleia Mendes, dirigido-se aos ex-combatentes da guerra colonial.).

-

"Ó gentes do meu Batalhão, agora é que eu percebi, esta amizade que sinto, foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

“Ninguém desce vivo duma cruz!...”

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial

-

Eles,
Fizeram guerra sem saber a quem, morreram nela sem saber por quê..., então, por prémio ao menos se lhes dê, justa memória a projectar no além...

Jaime Umbelino, 2002 – in Monumento aos Mortos na Guerra Colonial, em Torres Vedras


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

RECONHECIMENTO

ESTES SÃO OS EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART. FALTAM AQUI OS EMBLEMAS DAS UNIDADES DA ARMADA E DA FORÇA AÉREA QUE TANTAS VEZES FORAM AO ENXUDÉ, A TITE, A NOVA SINTRA E OUTROS AQUARTELAMENTOS, PARA ENTREGA E LEVANTAMENTO DE CORREIO, REABASTECIMENTOS DE GÉNEROS E MATERIAL BÉLICO E OUTRO DIVERSO, OU PARA EVACUAÇÃO DE MORTOS E FERIDOS E TAMBÉM PARA FLAGELAÇÃO DO IN. E AINDA VÁRIAS UNIDADES DE INTERVENÇÃO RÁPIDA TAIS COMO PARAQUEDISTAS, FUZILEIROS, COMANDOS E OUTRAS COMPANHIAS, PELOTÕES OU SECÇÕES, PARA AJUDA EM MOMENTOS MAIS DIFICEIS.

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sábado, 9 de outubro de 2010

PARA REGULAR OS "GPS", AINDA O ALMOÇO DO GENTIL


Companheiros

    Já demos notícia que quando o Gentil, recentemente, se deslocou à casa do Mestre, em Monte Fialho, no Alentejo, informou-nos que já tinham acabado os tratamentos inerentes à doença que o assolou. Doença, inclusive, o levou ao internamento no Hospital Stª Maria em Lisboa.
    Agora são rotinas hospitalares para ver se o “inimigo” está de vez “enterrado”. Situação, aliás, que todos nós devíamos fazer com regularidade. Estou a falar de análises. Porque aquela coisa dizer que “eu estou bom, comigo nada entra”, é treta!  As coisas não acontecem só aos nossos vizinhos.
    Na mesma ocasião, o Gentil, no intuito de comemorar tão importante vitória, alvitrou aos presentes um almoço na sua terra natal, logo aproveitada pelos mastigantes presentes. Até houve inclusive, já por força de “néctar vinícola”, quem batesse palmas e outros fizessem “iiiiiaááápu”.
    Dito e feito, esse comemorável almoço está marcado para o dia 16 de Outubro de 2010, em Vila Verde dos Francos – Alenquer. E segundo sabemos os “guerreiros” e respectivas caras metades e outros familiares já são em número de 40.
    A festança vai ser num clube local onde o Gentil é Director, e quem vai cozinhar o dito cujo (caldeiradas) são os filhos, claro com a “supervisão” do nosso amigo. Bem hajas Gentil.

RPS

2 comentários:

Hipólito disse...

Caldeirada ?!!! . . .
"iiiiaááápu" . . .

Leandro Guedes disse...

quarenta???... mas isto é o almoço anual???...
Onde é que conseguiste, oh Gentil, arranjar tanta gente?
Abraços companheiro e até sábado.