.


“Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma”


(Do Padre António Vieira, no "Sermão da Terceira Quarta-Feira da Quaresma", na Capela Real, ano 1669. Lembrado pelo ex-furriel milº Patoleia Mendes, dirigido-se aos ex-combatentes da guerra colonial.).

-

"Ó gentes do meu Batalhão, agora é que eu percebi, esta amizade que sinto, foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

“Ninguém desce vivo duma cruz!...”

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

RECONHECIMENTO

ESTES SÃO OS EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART. FALTAM AQUI OS EMBLEMAS DAS UNIDADES DA ARMADA E DA FORÇA AÉREA QUE TANTAS VEZES FORAM AO ENXUDÉ, A TITE, A NOVA SINTRA E OUTROS AQUARTELAMENTOS, PARA ENTREGA E LEVANTAMENTO DE CORREIO, REABASTECIMENTOS DE GÉNEROS E MATERIAL BÉLICO E OUTRO DIVERSO, OU PARA EVACUAÇÃO DE MORTOS E FERIDOS E TAMBÉM PARA FLAGELAÇÃO DO IN. E AINDA VÁRIAS UNIDADES DE INTERVENÇÃO RÁPIDA TAIS COMO PARAQUEDISTAS, FUZILEIROS, COMANDOS E OUTRAS COMPANHIAS, PELOTÕES OU SECÇÕES, PARA AJUDA EM MOMENTOS MAIS DIFICEIS.

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

O Luis Manuel Dias apareceu pela primeira vez, no almoço de Ovar, em 2009.

E o Justo enviou-nos, em Maio de 2009,  o seguinte inquérito, feito pelo Luis Silva ao José Justo, em Outubro de 1967. Aqui vai a obra:

Compilação Perguntas/Respostas do inquérito Facsimile nas fotos juntas, pertença e gentilmente cedido pelo ex Furriel Luis das TMS .

Nota: Tinha 22 anos aquando deste inquérito, feito em Tite e da autoria do Furriel Luis, durante a guerra da Guiné. Passados 42 anos sobre este escrito, muitas das resposta, hoje não as daria de forma nenhuma assim, principalmente no que concerne à mulher, a ser “pouco comunicatico” (hoje é o contrário) e nos nomes, lamentavelmente não inclui o de Raul de meu pai, um grande Homem, pelo qual, naquela altura não dava o devido apreço e que com o tempo muito admirei, muito me apoiou e que sempre recordarei como um exemplo. José Justo Maio 2009. N.B. – RESPONDA AS TODAS AS PERGUNTAS, COM A MAIOR APROXIMAÇÃO DA VERDADE POSSÍVEL. ABSOLUTAMENTE CONFIDENCIAL.
1 – Nome: José Manuel Jordão Justo

2 – Data de nascimento: 28 Setembro 1945
3 – Morada: Lisboa

4 – Qual é, a seu ver, o cúmulo da miséria ? Pobreza de espírito
5 – Onde gostaria de viver ? Suécia ou Finlândia

6 – Qual é o seu ideal de felicidade terrestre ? Alcançar o que se pretende
7 – Com quem é mais indulgente ? Comigo E com quem é menos ? Também comigo

 8 – Quem é o herói do romance que mais o impressionou ? Não me impressiono com heróis fictícios, mas talvez leve a minha preferência para - Rocambole
9 – Qual é a figura histórica que mais o apaixona ? Nero

10 – Quais as heroínas da vida real que mais admira ? Minha mãe (duma maneira muito especial)
 11 – E heroínas da ficção ? Nenhuma

 12 – O seu pintor favorito ? Dürer
 13 – O seu músico predilecto ? Strauss, entre muitos

14 – Qual a qualidade que mais aprecia no homem ? Inteligência, Humor refinado
 15 – E na mulher ? Só a beleza (mesquinho ?...talvez !!)

 16 –Qual a virtude que mais o encanta ? Não necessitar de ninguém
 17 – Qual passatempo que mais o recreia ? Andar sozinho de noite por locais solitários

18 – Á sua profissão preferiria outra ? ----------------------
19 – Qual a principal feição do seu carácter ? Pouco comunicativo, inconstante

20 – Que predicado mais preza num homem ? Sê-lo, mas a sério
21 – E na mulher ? Olhos azuis e cabelos loiros

22 – E nos amigos ? -------------------------
23 – O seu defeito principal ? O não os confessar

24 – A côr que lhe vai melhor ? Azul escuro
25 – A flor que põe na lapela ? ----------------------------

26 – Qual o pássaro que acha mais curioso ? Nenhum em especial e todos de uma maneira geral.
27 – Os seus autores predilectos (prosa) ? Guy Maupassant, François Sagan

28 – E os seus poetas ? Bocage

 29 – Os seus heróis na vida real ? De Gaulle
30 – As suas heroínas históricas ? -----------------------------
31 – Os nomes que acha mais bonitos no onomástico nacional ? Carlos, Helena, o meu

32– Que mais detesta no mundo ? Acordar, falta de dinheiro
 33 – E na sua pessoa ? Inconstância

34 – E quais os motivos capitais da sua aversão no governo das sociedades ? ------------------------
35 – Que sucesso histórico mais admira ? A victória dos Aliados sobre a Alemanha nazi

36 – E qual a reforma político-social que mais agradou o seu espírito ? ------------------------------- 37 – Que graça pediria a um feiticeiro ? Dinheiro
38 – Como gostaria de morrer ? De qualquer modo, em qualquer altura, mas rapidamente

39 – Estado presente do seu espírito ? Indiferente...e muito longe...
40 – Actos da vida que lhe inspiram mais confiança ? A posse total

41 – A sua divisa ? Pensamento: “Os cães ladram e a caravana passa”
42 – Qual a seu ver a verdadeira definição de amor ? Se realmente existe, não creio tenha definição

 43 – O que pensa representar para si um beijo ? Nalguns casos, uma cancela que se fecha, noutros um paraíso que se abre...
44 – DEDICATÓRIA (N.B.: Nesta dedicatória dê um parecer, favorável ou não, acerca do exposto neste inquérito cultural) Talvez, quando daqui a tempos todo o nosso martírio terminar estas respostas te possam infelizmente recordar um período demasiado longo da tua existência para valer a pena voltar ao que não voltará jamais. No entanto “Vale sempre a pena, quando a alma não é pequena” José Justo – Guiné 22 Out 67.

1 comentário: