.


“Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma”


(Do Padre António Vieira, no "Sermão da Terceira Quarta-Feira da Quaresma", na Capela Real, ano 1669. Lembrado pelo ex-furriel milº Patoleia Mendes, dirigido-se aos ex-combatentes da guerra colonial.).

-

"Ó gentes do meu Batalhão, agora é que eu percebi, esta amizade que sinto, foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

“Ninguém desce vivo duma cruz!...”

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

RECONHECIMENTO

ESTES SÃO OS EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART. FALTAM AQUI OS EMBLEMAS DAS UNIDADES DA ARMADA E DA FORÇA AÉREA QUE TANTAS VEZES FORAM AO ENXUDÉ, A TITE, A NOVA SINTRA E OUTROS AQUARTELAMENTOS, PARA ENTREGA E LEVANTAMENTO DE CORREIO, REABASTECIMENTOS DE GÉNEROS E MATERIAL BÉLICO E OUTRO DIVERSO, OU PARA EVACUAÇÃO DE MORTOS E FERIDOS E TAMBÉM PARA FLAGELAÇÃO DO IN. E AINDA VÁRIAS UNIDADES DE INTERVENÇÃO RÁPIDA TAIS COMO PARAQUEDISTAS, FUZILEIROS, COMANDOS E OUTRAS COMPANHIAS, PELOTÕES OU SECÇÕES, PARA AJUDA EM MOMENTOS MAIS DIFICEIS.

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sábado, 3 de dezembro de 2016

O João Heitor, filho do saudoso Heitor, passa hoje mais um aniversário.


O João Heitor, filho do nosso saudoso companheiro António Heitor, furriel enfermeiro do nosso Batalhão em Tite, faz hoje anos. Para ele o nosso abraço fraterno de parabens. Votos de saúde junto dos seus, e que esta data se prolongue por muitos e bons anos. Parabens meu caro João. Leandro Guedes.
João Heitor

 "41 anos ao dia de hoje.
 Vivi a alegria e conheci a tristeza.
 Combati pela utopia com suor e firmeza.
 Provoquei risos e integrei a insatisfação.
 Fui voz dos outros e ganhei irmãos.
 Fiz viagens proibidas e imóvel percorri destinos.
 Senti palavras mordazes e calado destruí mordaças.
 Não sou perfeito, nem aspiro a ser desse jeito.
 Dizem que tenho um sorriso natural e um olhar meigo.
 Mas tudo isso, e muito mais, só aos meus pais devo...
 Recordo que não uso saltos altos,
 Nem tão pouco faço fretes.
 Gosto de brincar e de ajudar,
 Estendendo a mão, apoio com a alma e com o coração.
 Porque um dia, na dita viagem final,
 Tudo perde a piada e deixa de ser normal...
 Por tudo isso e muito mais, o dia a dia de cada um, e de todos nós, não deve, nem pode ser banal...

 Amigos, abraço fraterno.
João Heitor"


Sem comentários: