.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


sub tit

sub tit

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sábado, 12 de março de 2016

Monumentos de Homenagem aos Combatentes Mortos na Guerra do Ultramar

Companheiros
Este video mostra fotos que nos foram enviadas, dos Monumentos de Homenagem aos Combatentes Mortos na Guerra do Ultramar.
Faltam aqui muitos daqueles que estão espalhados pelo País. Se quiserem enviar os das vossas terras, não hesitem pois serão publicados.
Um abraço.
Leandro Guedes.

2 comentários:

Joaquim Cosme disse...

No monumento aos mortos da guerra do ultramar de Torres Vedras está escrito este poema de Jaime Umbelino:

Fizeram guerra sem saber a quem,
Morreram nela sem saber por quê
Então, por prémio, ao menos se lhes dê
Justa memória a projectar no Além.

Joaquim Cosme

leandro guedes disse...

Obrigado Sr. Cosme pelo seu comentário e por nos trazer este poema de Mestre Jaime Umbelino.
Um abraço.
Leandro Guedes.