.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


sub tit

sub tit

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

domingo, 30 de novembro de 2014

O primeiro carro do Pica Sinos - parte I

O PRIMEIRO CARRO (I)
SAUDADES SÓ AS TEM QUEM DAS SAUDADES NÃO ESQUECE

Chegado da Guiné em Março de 1969, das “lecas” que a “miúda” (hoje minha mulher) tinha conseguido amealhar, era minha intenção tirar a carta de condução e comprar um carro, diria mesmo que a vontade era inversa.“Flipado”, dava-me gozo o BMW Iseta de dois lugares, com uma única porta à frente, motor com 569 c.c., atingindo 85 quilómetros de velocidade. À época muito “IN”, com a agravante de um vizinho meu, com um disponível para comigo fazer negócio. Mas qual quê as “isetas” foram outras e as vontades cortada…“ela”, a miúda, não foi em “pancadas”, optando por me convencer no casamento, que três meses depois se realizou.

Querendo refazer a vida, faço-me vendedor de uma fábrica em Vila Nova de Gaia, do ramo das tintas e vernizes, cuja área da minha actuação era, fundamentalmente, a região de Lisboa.Contudo, entregar latas de tintas de variadas dimensões, utilizando os transportes públicos incluindo táxis, não era propriamente o meu forte.

Retomo com muita força a ideia de possuir um carro após o exame de condução e, em Agosto de 1970 finalmente adquiri o primeiro carro…….um “Carocha”.Rapaz de 25 anos, sem dúvidas, convencido de não haver melhor “volante” em, Lisboa e arredores!Como eu ficava bem neste meu carro.

Vaidoso, não me cansava de buzinar (com o som do mugir da vaca), quando as garinas se cruzavam com o meu olhar. Era um fartote de riso, confrontado com os rostos ruborescidos das miúdas.

O carro comprado em terceira mão, arranjado, primorosamente, por um mecânico/bate chapas que trabalhava nas oficinas da peugeot, situadas no Bairro Santos ao Rêgo.

O “Carocha”, veículo salvado, custou-me cerca de 20 contos (100 euros), a cor era azul, a marca volkswagen com motor de 1200 c.c., podendo atingir 140 quilómetros por hora. As rodas estavam colocadas ao contrário para parecerem as jantes, mais largas e dois brutos tubos de escapes, fazendo inveja a qualquer “engenheiro” de tuning à data, o carro estava um espectáculo!
Que bem cantava o “Pablo”, nome que lhe dei, mesmo a baixa velocidade, fazia um “bonito” “roooooommmm”, ao contrário pensavam os “cotas”, ao acordarem pelas duas da manhã, hora habitual do recolher cá do rapaz, no Calhariz de Benfica junto ao Ferro-de-Engomar.


Mas este primeiro carro tinha dois grandes defeitos: o primeiro derivado da “mocada” que certamente levou, tinha o chassis “pescoço de cavalo”, ligeiramente empenado, dando origem, nas travagens, a guinar para a esquerda. Deveras perigoso, em dias de chuva. O segundo, mas este comum a todos, o condutor não conseguia ver o “guarda-lamas” direito, mas os acontecimentos e aventuras, que daí derivaram, são outras histórias.

in blog do Pica Sinos, publicado em 2008.

Os radares do tempo dos nossos pais




Neste domingo não temos os artigos do Justo.
Mas quem não tem cão, "caça como um gato"...
Por isso aqui vos trazemos uma curiosidade, dos tempos das grandes guerras.
À falta de coisa melhor e mais sofisticada, a tropa ia-se servindo de invenções que para a época eram uma verdadeira maravilha e que visavam detectar os primeiros aviões que cruzavam os ares.
São equipamentos que têm mais de 70 anos e que deram inicio às tecnologias precisas que hoje temos e que tanto servem a militares como à aviação civil.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Parabens ao Botas

O nosso amigo Botas faz hoje 69 anos.
Muitos parabens companheiro.
Desejamos que a operação na próxima 3ª. feira corra bem.
Um grande abraço de todos nós.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Cante Alentejano - Serpa de Guadalupe





Em homenagem aos nossos amigos, companheiros e visitantes alentejanos.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Do Hipólito... só podia ser!


"Alembrou-me", mesmo agora . . .
Atendendo a que o duo de cromo-especialistas da Veiga Beirão, como o especialista no salto ao galho que, em miúdo, exercitou na árvore sobrevivente na escola de Paranhos- city, não atam nem desatam o imbróglio da foto-cabeçalho do blog;
Não seria de lançar mão do apurado sentido de observação do Cavaleiro, outrora, destemido e aguerrido combatente, ora, peregrino cosmopolita dos quatro costados, e que deverá, inúmeras vezes, ter calcorreado esta estrada?
Como também do operacional "pecador" Monteiro, de seu nome artístico Dmssantos Santos;
Do Reguilóide, do Tourel; (não será Lourel?)
Do "pilha-galinhas" do Cabito;
Do "papa-açordas" do Mestre; e
Doutros ditos operacionais (o trinca-espinhas da Marinha, emitiu a sua opinião, habitual, de que nada sabe, nem nada viu - nem sequer distingue quilos de toneladas!)
Do Cavaleiro, antevejo uma não resposta, do género:
- vai t'a ph. . . (malcriadote!), Hipolitinho. Pr'a mim, vens de carrinho . . . a que porta vens tu bater. Vai dar banho ao cão. . .
Dos outros, sarrafuscada, a norte, borrasca, ao centro e caldeirada ou chavascal, do sul . . .

Enquanto isso, "boue buber uma maurga" de vinho novo, ao s. martinho de Penafiel.

domingo, 23 de novembro de 2014

Mais um companheiro da CART 2314


Quim Queiros   22 de Novembro de 2014 18:38
Para o Bart Tite 1914. Guiné Bissau.
Os meus sinceros agradecimentos pelo envio do contacto do camarada Esmoriz,com o qual já contatei.
Falámos de certas passagens das quais ele se lembra.Uma passagem muito engraçada. Um certo dia colocamos uma lata com agua na por cima da ombreira da porta da padaria, para os que andavam sempre a pedir os maravilhosos cacetes, sabem quem apanhou com a agua? Sim, foi mesmo a Alferes, responsável pela padaria. Se ele ler este comentário pode ser que se lembre. Mais uma vez muito obrigado, em breve irei fazer uma visita ao Esmoriz para pormos a conversa em dia. 
Um abraço a todos os combatentes
Quim Queirós

Cart 2314

A camisa do José Justo... parte 3

3ª. parte desta interessante publicação do nosso companheiro Justo.





sábado, 22 de novembro de 2014

Parabéns ao ex-furriel Ramos, sapador

Para o nosso companheiro Ramos, um grande abraço de parabéns neste dia do seu aniversário.
Há pouco em conversa com ele disse-me que está muito melhor do seu problema de visão. 
Que assim continues amigo.
Um abraço.

Operação «Mar Verde» - 22 de Novembro de 1970



Neste video é referido o inicio da guerra em Tite e é entrevistado o nosso companheiro Capitulo, da CART 1743, que foi aprisionado em Bissassema, na noite de 2/3 de Fevereiro de 1968, facto este, que, como sabem, deu origem à vinda do Gen Spniola para a Guiné.
Este video, enviado pelo nosso amigo José Justo, já está publicado no blog, mas nunca é demais referir factos e homens que libertaram da prisão companheiros nossos, vitimas das politicas de então, e tão esquecidos posteriormente, até hoje!

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Minha Mãe faria hoje 102 anos

Pequeno Poema

Quando eu nasci,
ficou tudo como estava.

Nem homens cortaram veias,
nem o Sol escureceu,
nem houve estrelas a mais...

Somente,
esquecida das dores,
a minha Mãe sorriu e agradeceu.

Quando eu nasci,
não houve nada de novo
senão eu.

As nuvens não se espantaram,
não enlouqueceu ninguém...

Pra que o dia fosse enorme,
bastava
toda a ternura que olhava
nos olhos de minha Mãe...

Sebastião da Gama, in 'Antologia Poética'




quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Companheiros encontrados através do Facebook - Pelotão Daimler 2044

José Paulo, alf. Vaz Pinto (já falecido) e Joaquim Matos Bernardino

Amigos
Recebemos hoje várias fotos de companheiros que estiveram no pelotão Daimler 2044, do nosso alf. Vaz Pinto. São fotos recebidas através do facebook Tabanca de Mampatá. 
Aguardo que eles digam mais alguma coisa para poder ser publicado.
São eles o José Paulo, Joaquim Matos Bernardino e Francisco Silva.
Aqui vão elas:
José Paulo 








Nova Sintra

estrada de Nova Sintra


Francisco Silva




Nova Sintra







Parabens ao Carlos Reguila


Parabens ao Carlos neste dia do seu aniversário.
Um abraço dos teus companheiros da Guiné.

O Botas vai ser operado

O Botas é o primeiro do lado direito

O Botas vai ser operado no próximo dia 2, no Hospital Curry Cabral, em Lisboa.
Que tudo corra bem são os nossos votos.

domingo, 16 de novembro de 2014

A camisa do Justo... (parte 2)

Continuamos com a 2ª. parte do trabalho do Justo.









terça-feira, 11 de novembro de 2014

O Botas está doente

O nosso amigo Botas está doente. Esteve internado no Curry Cabral, com problemas no pâncreas, estômago e duodeno.
Está agora no hospital do Barreiro para fazer exames e alguma preparação para posteriormente ser operado a estes três orgãos.
Para o Botas um forte abraço com votos de boas melhoras.
_____________
Hoje, dia 14 de Novembro, falei com o Botas, que me disse estar agora em casa a fazer a limpeza do organismo e a tomar os vários medicamentos e papas, para a preparação que se impõem. 
Publicamos a seguir os vários comentários que retiramos do nosso Facebook:
•             
José da Costa 
Há grande amigo.... Vai ser uma "comissão" difícil mas não impossível! Grande abraço!
11/11 às 17:18 • Gosto
•            
Alfredo Alves 
amigo Botas as melhoras para ti. Alfredo escriturário de tite
11/11 às 17:19 • Gosto • 1
•            
Hipolito Almeida Sousa 
As rápidas melhoras e muita força.
11/11 às 17:26 • Gosto
•            
Raul Pica Sinos 
Botas força para "descalçar esta...". Saúde amigo
11/11 às 19:51 • Gosto
•            
Vitor Barros 
As melhoras amigo Botas
11/11 às 21:11 • Gosto
•            
Paula Benedito 
As melhora Botas, coragem vai correr tudo bem...Abraço JoãoLopes
11/11 às 22:33 • Gosto
•            
Jose Manuel Amaro Santos 
Companheiro sei que não é fácil mas tens de conseguir ultrapassar esta fase menos boa coragem e um forte abraço. Estamos contigo.
12/11 às 10:04 • Gosto
•            
Manuel Flores 
Coragem Botas vai correr tudo bem. Um abraço amigo.
12/11 às 12:15 • Gosto
•            
Francisco Ramos 
As melhoras Botas. Que Tudo Corra Bem
12/11 às 18:26 • Gosto
.
Carlos Marinho
Grande Botas espero do coração que tudo te corra bem e que eu espero por ti no próximo almoço do Bart com as melhoras que Deus te possa dar,
Um abraço   Marinho

Parabéns Arrabaça



Para o nosso companheiro Arrabaça um forte abraço de parabens com votos de rápidas melhoras.

domingo, 9 de novembro de 2014

A camisa do José Justo...

Este é um trabalho minucioso, como é próprio do nosso amigo Justo e estava há muito anunciado, mas só agora me foi possivel começar a publicá-lo.
Foi organizado pelo Justo em várias fases, e esta é a primeira.
Para visualizar basta clicar uma vez em cima de cada slide.
Esperamos que se divirtam.