.


“Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma”


(Do Padre António Vieira, no "Sermão da Terceira Quarta-Feira da Quaresma", na Capela Real, ano 1669. Lembrado pelo ex-furriel milº Patoleia Mendes, dirigido-se aos ex-combatentes da guerra colonial.).

-

"Ó gentes do meu Batalhão, agora é que eu percebi, esta amizade que sinto, foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

“Ninguém desce vivo duma cruz!...”

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

RECONHECIMENTO

ESTES SÃO OS EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART. FALTAM AQUI OS EMBLEMAS DAS UNIDADES DA ARMADA E DA FORÇA AÉREA QUE TANTAS VEZES FORAM AO ENXUDÉ, A TITE, A NOVA SINTRA E OUTROS AQUARTELAMENTOS, PARA ENTREGA E LEVANTAMENTO DE CORREIO, REABASTECIMENTOS DE GÉNEROS E MATERIAL BÉLICO E OUTRO DIVERSO, OU PARA EVACUAÇÃO DE MORTOS E FERIDOS E TAMBÉM PARA FLAGELAÇÃO DO IN. E AINDA VÁRIAS UNIDADES DE INTERVENÇÃO RÁPIDA TAIS COMO PARAQUEDISTAS, FUZILEIROS, COMANDOS E OUTRAS COMPANHIAS, PELOTÕES OU SECÇÕES, PARA AJUDA EM MOMENTOS MAIS DIFICEIS.

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Boas Festas, do Fernando Botas

O Botas envia os seus votos de Feliz Natal para todos os companheiros, familiares, amigos e visitantes, através deste seu CONTO DE NATAL, que esteve exposto no átrio da Universidade Sénior, que frequenta no Barreiro.
Um abraço ao Botas.


NATAL

" Dia 24 de Dezembro, três deliciosos rapazes e uma irrequieta rapariga - Tiago, Francisco, Vicente e Maria João, aguardam o momento de colocar as meias penduradas no parapeito da lareira.
Tiago, expedito, é o primeiro a colocar a sua meia de exuberante de cor vermelha.
Francisco, mais comedido, secunda-o, colocando a sua meia de côr amarela.
Vicente, mais lento, não sendo o último, coloca a sua colorida meia, com bonecos.
Maria João, maria rapaz e desinibida, coloca uma das suas meias mais compridas e às cores.
Tiago.
Diz o Tiago à Maria João: tu és muito afoita, assim consegues mais prendas do que nós.
Comenta o Vicente - não é justo!
E a seguir o Francisco - eles têm razão, assim não vale.
Responde a Maria João - eu não pretendo muitas prendas, só desejo como prenda, uns Pais...

Fernando Botas.

2 comentários:

Albertina Granja disse...

Muito bonito este conto de Natal...!!!
É uma grande mensagem...!!!

José Justo disse...

...final inesperado...mas que bate cá no fundo...
Abraços ao Botas