.


“Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma”


(Do Padre António Vieira, no "Sermão da Terceira Quarta-Feira da Quaresma", na Capela Real, ano 1669. Lembrado pelo ex-furriel milº Patoleia Mendes, dirigido-se aos ex-combatentes da guerra colonial.).

-

"Ó gentes do meu Batalhão, agora é que eu percebi, esta amizade que sinto, foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

“Ninguém desce vivo duma cruz!...”

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial

-

Eles,
Fizeram guerra sem saber a quem, morreram nela sem saber por quê..., então, por prémio ao menos se lhes dê, justa memória a projectar no além...

Jaime Umbelino, 2002 – in Monumento aos Mortos na Guerra Colonial, em Torres Vedras


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

RECONHECIMENTO

ESTES SÃO OS EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART. FALTAM AQUI OS EMBLEMAS DAS UNIDADES DA ARMADA E DA FORÇA AÉREA QUE TANTAS VEZES FORAM AO ENXUDÉ, A TITE, A NOVA SINTRA E OUTROS AQUARTELAMENTOS, PARA ENTREGA E LEVANTAMENTO DE CORREIO, REABASTECIMENTOS DE GÉNEROS E MATERIAL BÉLICO E OUTRO DIVERSO, OU PARA EVACUAÇÃO DE MORTOS E FERIDOS E TAMBÉM PARA FLAGELAÇÃO DO IN. E AINDA VÁRIAS UNIDADES DE INTERVENÇÃO RÁPIDA TAIS COMO PARAQUEDISTAS, FUZILEIROS, COMANDOS E OUTRAS COMPANHIAS, PELOTÕES OU SECÇÕES, PARA AJUDA EM MOMENTOS MAIS DIFICEIS.

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sábado, 23 de novembro de 2013

A necessidade aguça o engenho...



Mão amiga enviou-me hoje esta brilhante foto, em que alguns jovens guineenses resolvem construir um bilhar de snooker, com canas, terra de bolanha e algumas bolas feitas de frutos - tudo ao ar livre.
E ao ver esta foto lembrei-me imediatamente do Luis Filipe, aquele nosso camarada que sempre tinha algo de novo e criativo para os seus meninos da escola de Tite.
Ele também era capaz de engendrar algo parecido com isto.
E é como homenagem ao Luis Filipe, que aqui publicamos este interessante "bilhar de snooker" guineense!

2 comentários:

Joaquim Cosme disse...

Direi que tive a sorte de não ir para o Ultramar. Sou mais velho do que os intervenientes neste blogue.
Mas agora digo que tenho pena de não poder partilhar com estas alegrias visto que não fui lá.
Joaquim Cosme

José Justo disse...

Recordo muito o Luis, e volta e meia espreito o Blog que as filhas continuam.
Era dos poucos, que me aturavam com as frequentes telhas, coisa que nele nunca senti.
Tinha uma força e energia para ajudar os outros que me admirava.
Partiu muito cedo, mas espero que continue a fazer os seus espetáculos de marionetas para os anjos pequeninos!!