.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes, furriel milº Angola ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

"NINGUÉM DESCE VIVO DUMA CRUZ!..."

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

segunda-feira, 8 de julho de 2013

40 anos depois...


Com a devida vénia ao Correio da Manhã e seu jornalista, publicamos este texto sobre as condições em que vivem 600 ex-combatentes, após o fim da guerra colonial.
Uma vergonha, para quem a tiver...

1 comentário:

Albertina Granja disse...

É na verdade uma vergonha....!!!!
Dizia a minha mae que:

"a vergonha era verde, viçosa e um dia passou um burro esfomeado e devorou-a"....

Por isso já não há, acabou-se...
É pena que assim seja, mas infelizmente é o que é.....