.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes, furriel milº Angola ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

"NINGUÉM DESCE VIVO DUMA CRUZ!..."

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sábado, 29 de junho de 2013

Parabéns ao Pedro




Hoje faz anos o Pedro.
Como tem sido sobejamente relatado, o Pedro encontrou o seu Lar nos Montes Altos, depois de ter passado anos difíceis na sua vida, sem ajuda de ninguém.
Até que o jovem Mário, do Lar, lhe deu a mão.
Hoje o Pedro está bem.
Para o Pedro o nosso abraço fraterno com votos de boa saúde.
E ao Sr. Sotero,  director do Lar dos Montes Altos, funcionários das mais diversas áreas e aos seus colegas, o nosso muito obrigado.
Bem hajam!
LG.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Alfredo Alves - sala de operações

Caros companheiros
Conforme sabem, o nosso companheiro Alfredo Alves, que trabalhou na sala de operações com o Cap. Pereira Rodrigues, Alf. Vaz Alves, furrieis Arrabaça, Bagulho, Rato, o Henriques e 1º. e 2º. Comandantes, nunca tinha comparecido num dos nossos almoços. 
E apareceu este ano na Figueira da Foz pela primeira vez. Foi uma alegria para todos aqueles que o reconheceram imediatamente e os outros que aos poucos o foram identificando.
A sua filha enviou-nos agora duas fotos, acompanhadas do seguinte texto:

"Boa noite,
Sou filha do Alfredo Alves, em anexo envio 2 fotos conforme combinado com o meu pai. Ele dá noticias para a próxima semana.

Bom fim de semana,
Nathalie"




A homenagem aos Mortos do Ultramar, em Torres Vedras


Foi publicado no Badaladas desta semana, um artigo sobre a Homenagem aos Mortos no Ultramar, que já aqui referenciamos e que teve lugar junto ao Monumento aos Torrienses mortos.
E é isso artigo que aqui reproduzimos, com a devida vénia ao Badaladas e ao seu Jornalista.
Muito obrigado.

Bem vindo seja o Verão !!!

Um bom verão para todos, melhor que o anunciado...!
Um abraço fraterno.

domingo, 16 de junho de 2013

A cabaça da Guiné/Bissau



Diz-se que a cabaça ou simplesmente “cabaz” foi um dos primeiros instrumentos musicais da Guiné-Bissau e é usado de uma forma extremamente rápida, produzindo sons que também provocam danças, tradicionais e modernas.
“Numa utilização mais artística, a cabaça pode ser um instrumento musical de percussão (a seco ou com água à volta). Pode ser utilizada para fazer fantoches, bonecos, esculturas ou como diversos objetos decorativos. Pode também ser trabalhada e os resultados são fascinantes. É das poucas peças de artesanato tipicamente guineense e há diversas técnicas para as trabalhar. Pode-se queimar num processo semelhante a pirogravura, pode-se pintar ou então escavar e fazer gravura”.


José Alberto Gonçalves (meu amigo de infância)


sexta-feira, 14 de junho de 2013

Fernando de Almeida, faz hoje anos


O nosso companheiro Fernando de Almeida, da CCAÇ 2314, festeja hoje o seu aniversário, que imaginamos seja o 68º.
Para ti amigo,  um forte abraço de parabéns, com votos de boa saúde.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Homenagem aos Combatentes do Ultramar, em Torres Vedras.

 

"Eles fizeram a guerra sem saber a quem
morreram nela sem saber por quê...
Então, por prémio, ao menos se lhes dê
justa memória a projectar no além"
Jaime Umbelino
(poema inscrito no Monumento aos Combatentes, em Torres Vedras)
_____________________________________
 
No passado dia 2 de Junho, teve lugar, em Torres Vedras, uma cerimónia em memória dos Combatentes do Ultramar.
A concentração fez-se junto ao monumento evocativo às 12,30.
Pelas 12,45 houve deposição duma coroa de flores, seguida dum minuto de silêncio em homenagem aos Companheiros já falecidos.
Às 13 h  os homenageantes reuniram-se num almoço no restaurante "O Voluntário", mesmo ao lado do monumento.
 

domingo, 2 de junho de 2013

Um passeio pela Golegã, capital do Cavalo

Caros amigos
Há duas semanas tive a oportunidade de participar num evento sobre a fotografia, organizado pela Misericórdia da Golegã e sua Escola Sénior.
Foram momentos muito agradáveis que quero partilhar convosco, e cujos temas foram A Casa Museu de Fotografia de Carlos Relvas, a Lagoa, A Misericórdia de Golegã e outras de Tema Livre.
Esta nossa viagem foi organizada pela parte da nossa Escola Sénior de Torres Vedras, pelo nosso amigo António Lourenço Luís, orientador da respectiva disciplina de fotografia, a quem agradecemos.
Um abraço. Espero que gostem.