.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

 

 
É mesmo assim que falam os fuzetenses e os filhos de Olhão.
Por cá, vai-se sobrevivendo.
Esta semana, tenho, cá em casa, o Carlos Reguila e esposa. Já os pus a trabalhar na horta, pois para mandriar estou cá eu.
Amanhã vem ter connosco o Cabito, esse puto reguilóide de Penafiel.
No último fim de semana estive em casa e na exploração agrícola do Daniel, o Pinto serralheiro, em Tite. E, no domingo, fui almoçar com o Narciso, a Ponte de Lima.
Como vês, não estou calado e continuo com a visita pascal.
Fomos, o Narciso, eu e respectivas consortes, à casa do n/capelão. Não estava e não conseguimos localizá-lo.
Um abraço
Hipólito

1 comentário:

Albertina Granja disse...

Móh....!!! Só os filhes d'Olhão é que sabem même bem falar assim...., má de certezinha teverem d'endar da escola da marreca.....