.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes, furriel milº Angola ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

"NINGUÉM DESCE VIVO DUMA CRUZ!..."

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Dueto dos Gatos

 
Como nem só de tropa vive o homem, aqui vai algo para descontrair...
Esta primorosa peça do brilhante compositor italiano Gioachinno Rossini foi adaptada para a voz de crianças e intitulada "Dueto de Gatos".
Se não bastasse a afinadíssima voz dos dois garotos que fazem o solo
torna-se, também, muito engraçada.
De notar a postura do cantor moreno que não consegue esconder o riso, ao contrário do lourinho, sempre sério e compenetrado do seu
papel.
Concerto dado em Seul (Coreia ) em 30/11/96 pelo coro dos "Petitschanteurs à la Croix de Bois".
Jorge Claro

1 comentário:

Albertina Granja disse...

Espectacular....!!!!
Que belas vozes......!!!!