.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sexta-feira, 30 de março de 2012

Recordando dois amigos falecidos na Guiné - carta enviada pela minha irmã!

Estou com pele de galinha...
Acerca dum artigo sobre este tema, escrito neste blog...

O Tony Pinto, dito Galo, 2 ou 3 meses antes quando veio à Metrópole, prometeu-me dar um correctivo, quando regressasse, porque cacarejei ao passar por ele...perguntou-me por ti, deu-me um daqueles abraços que ainda hoje se sente e pediu-me para rezar por ele...o Tony Lima (Preto), igual... morreu em Janeiro e estive eu e o Diogo, com ele em Novembro,  tinha havido um ataque terrível na zona onde estava...a vingança fê-lo vitima - vieram juntos mas sem vida, funerais a 20 e 21 de Maio do mesmo ano em que morreram - fui ao do n/vizinho o Tony Galo, o Diogo foi ao Lima- terrível, porque não pude evitar que os nossos pais soubessem e então a mãe sofreu 100 vezes mais.. chorava porque era um menino dali, chorava porque era guerra, porque os pais eram também amigos, choravam por ti porque não sabiam como estarias, e a avó só dizia para ninguém te dizer...creio ter sido a vez que o pai esteve mais tempo sem te enviar aerogramas....- o funeral passou às portas das n/casas, que de portas e janelas corridas atiravam flores brancas todo o caminho , pararam junto à rua dele e foi um silêncio de bomba...os amigos acotovelavam-se e choravam novos e velhos -os pais D Dulce e Sr Pinto estavam irreconhecíveis - a cerimonia nos Capuchinhos tinha sido impressionante - a rua foi pouca para tanta, tanta gente , a pé, de carro, de qualquer maneira -tenho bem presentes essas imagens - ainda hoje quando vou cemitério , aos n/pais, raramente deixo de ir colocar uma flor no jazigo onde já todos moram ...

reconheci claro a autora do poema, gostei…
beijinhos e bem haja pela qualidade do vosso blog

como se vive tao rápido ...

Natércia Leite

Parabens Amador.


Parabens Amador por mais um aniversário.
Que contes muitos com saúde, junto dos teus.
Um abraço dos teus companheiros.

segunda-feira, 26 de março de 2012

GILBERTO ESPIRITO SANTO - furriel do Pelotão de Morteiros.




Fiquei estremamente surpreso ao ver uma fotografia tirada por volta dos anos 68 aonde eu apareço sentado ao lado de outros colegas daquele tempo,na primeira fila do entao refeitorio do quartel em TITE.Nao consigo lembrar os nomes dos que estao sentados mas o nome do alferes que esta tambem na primeira fila,de pe com uma vareta na mao,esse eu nao esqueci.E o Trovisco de Oliveira e era meu alferes no pelotao de morteiros 1208.Tambem e  infelizmente, tomei conhecimento de que ja não faz parte do mundo dos vivos,e acredito que muitos outros daquele pelotao tambem ja nao existam o que e natural pois o mundo e mesmo assim.
Bom,mas muitos outros tambem irao lembrar-se do GILBERTO ESPIRITO SANTO furriel miliciano do PM 1208 em TITE de 68 a 69 quando depois fui para o QG em Bissau.

Sou esse negrinho que esta de perna traçada  e que se nao me engano tenho do meu lado esquerdo um também furriel do pm 1208,so que nao me lembro do nome.
Pronto meus caros amigos e compaheiros, para todos vos um grande abraço.

Eu,estou em Angola desde que passei a disponibilidade em 1970,se eventualmente quiserem contactar comigo,aqui vai o meu email,
gegilbertosanto@gmail.com

por telefone 915 089 217.
TCHAU.........e abraços para todos.

Divulgação

Bom dia,

Junto enviamos convite para o lançamento da obra Adeus, Até ao meu Regresso, de Mário Beja Santos, sobre a literatura da Guerra Colonial na Guiné. Agradecemos divulgação. Contamos com a vossa presença.

Com os melhores cumprimentos,

Inês Figueiras
Âncora Editora
Av. Infante Santo, 52 – 3.º Esq.
1350-179 Lisboa
Tel. 213 951 221 Fax 213 951 222
www.ancora-editora.pt
www.facebook.com/ancoraeditora

Apêlo!

Boa tarde,  
Tudo bem?
Vi seu blog e gostaria de saber se pode me ajudar.

 Minha mãe nasceu na cidade dde Bolama - Guine Bissau - em 1940. No ano de 1948 veio para o Brasil com minha avó Julia. Porem meu avô Francisco Mendes Figuereido - que na epoca ( 1940 a 1948 mais ou menos) era governador ou administrador de Bolama ficou na Guine onde constituiu nova familia. Meu nome é Susan, tenho 32 anos e sou do Brasil. Gostaria de saber se tem informaçoes sobre Francisco Mendes Figueiredo ( meu avô)...qualquer infomação...foto...familiares, conhecidos...ficariamos muito agradecidos..minha mae tem hoje 71 anos de idade e nunca sequer viu a foto de seu pai.
 Agradeço desde ja
 Susan Cristina Figueiredo de Paiva

sábado, 24 de março de 2012

Mudança de hora! Logo a noite é mais curta...

Companheiros, não esqueçam que logo à noite, devem adiantar os relógios uma hora, quando for uma da manhã.
Um abraço.

"Poeminha sobre o Tempo

O despertador desperta,
acorda com sono e medo;
por que a noite é tão curta
e fica tarde tão cedo?

Millôr Fernandes, in "Pif-Paf"

sexta-feira, 23 de março de 2012

Site com interesse


... relativamente a torreenses mortos-em-campanha e memoriais concelhios em sua homenagem, sugere-se visita e divulgação do sítio...
http://ultramar.terraweb.biz/Memoriais_concelhos_TorresVedras.htm

Este site passará a fazer parte do nosso "Site com interesse"

terça-feira, 20 de março de 2012

Assinalando o dia da poesia

Pedro Soldado

Já lá vai Pedro soldado
Num barco da nossa armada
E leva o nome bordado
Num saco cheio de nada
Triste vai Pedro soldado

Branca rola não faz ninho
Nas agulhas do pinheiro
Não é Pedro marinheiro
Nem o mar é seu caminho

Nem anda a branca gaivota
Pescando peixes em terra
Nem é de Pedro essa roda
Dos barcos que vão à guerra

Onde não anda ceifeiro
Já o campo se faz verde
E em cada hora se perde
Cada hora que demora
Pedro no mar navegando

Não é Pedro pescador
Nem no mar vindimador
Nem soldado vindimando
Verde vinha vindimada
Triste vai Pedro soldado

de Manuel Alegre

CAMERATA VOCAL DE TORRES VEDRAS


Companheiros
Venho falar-vos hoje do aniversário duma Instituição de Torres Vedras, da qual gosto imenso - A Camerata Vocal de Torres Vedras
Faz este ano 30 anos de existência.
Durante algum tempo fiz parte deste grupo e foi uma experiencia inesquecivel, não só pela camaradagem existente mas principalmente pela qualidade dos seus elementos, pela excelencia do seu repertório e pela competencia do seu Maestro.
Algumas notas sobre a Camerata de Torres:   
Maestro
António Gonçalves
Nasceu em Lisboa em Setembro de 1975 e iniciou os seus estudos musicais aos 10 anos no Instituto Gregoriano de Lisboa.

Em 1995 ingressou na Escola Superior de Música de Lisboa onde se licenciou em Direcção Coral com os professores Roberto Pérez e Vasco Pearce de Azevedo. Mais tarde licenciou-se em Canto Gregoriano sob a orientação de Maria Helena Pires de Matos.

Iniciou o seu trabalho como director coral com o Coro da Direcção Geral dos Serviços Judiciários e teve a seu cargo o Coro da Academia Almadense. Dirigiu o Coro Juvenil de Sto. António dos Cavaleiros desde a sua fundação até 2001, o Grupo Coral Jubilate entre 1997 e 2001 e o Grupo Coral do Clube Portugal Telecom entre 1997 e 2003.

Actualmente é membro do Coro Gregoriano de Lisboa, do Coro da Fundação Calouste Gulbenkian e do Coro Voces Caelestes. Lecciona a disciplina de coro na Academia de Música de Santa Cecília desde 1998 e dirige a Camerata Vocal de Torres Vedras desde 2000.

Repertório
Tem sido diversificado, destacando-se as seguintes obras:
·  Missa Alemã, de Franz Schubert;
·  Hino a Santa Cecília, de Benjamin Britten, Op. 27;
·  Pavane, de Gabriel Fauré, Op. 50
·  Fantasia Coral, de Ludwig Beethoven, Op. 80;
·  Al/eluia (extracto do Messias), de Haëndel;
·  Concerto Sagrado, de Duke Ellington;
·  Sinfonia da Primavera, de Benjamin Britten, Op. 44;
·  Turbas da Paixão segundo S. Mateus, de Diogo Dias Melgaz ;
·  Requiem, de Gabriel Fauré, Op. 48. 

Discografia 
1996 - Participação no CD Teoria Geral dos Caminhos de Jorge Rivotti;
1997 - Edição, em disco compacto, do programa de concerto Ode ao Vinho.
2007 – Edição do CD comemorativo dos 25 anos da Camerata. 
 
Maestros 
·  Artur Carneiro, fundador e responsável artístico até Fevereiro de 1987.
·  Francisco d’Orey, responsável artístico, de Abril de 1987 até Setembro de 1988.
·  Luis Gil, de Outubro de 1988 até Abril de 2000.
·  António Gonçalves, actual responsável artístico, desde Outubro de 2000.
____________________
TEM TRINTA ANOS A CAMERATA VOCAL DE TORRES VEDRAS
Em Março de 1982 foi fundada na nossa cidade a Camerata Vocal de Torres Vedras. Foi criada sem fins lucrativos, tendo por finalidade a divulgação do património musical.

Tem efectuado vários concertos tanto de música sacra como popular não só no nosso concelho como por Portugal inteiro e no estrangeiro nomeadamente França, Alemanha, Áustria, República Checa e Dinamarca.
Sempre que interpretam a ode ao vinho “In vino veritas” (já editado em CD) é êxito assegurado.

São 30 anos a cantar e a representar Torres Vedras.
Parabéns e palmas para a Camerata.
Joaquim Cosme
_________________
 
Olá Leandro.
Os vídeos estão ótimos.
Vamos ter uma intervenção no dia 22 de Abril, no Teatro-Cine, no âmbito de um Festival Nacional dedicado a F. Lopes Graça (claro que em T.Vedras é com grupos da cidade).
Depois, em 19 de Maio, iremos a Setúbal para um encontro de coros, organizado pelo Luisa Todi.
Em 20 de Julho, teremos o nosso grande concerto, comemorativo do 30º aniversário, com uma pequena “Big Band”, em que executaremos o Sacred Concert de Duke Ellington. É uma obra de difícil interpretação mas espetacular para quem ouve.
Vá visitando o nosso site: estas e outras notícias estão lá (espero) com atualizações.
Um abraço e, mais uma vez, obrigado pela sua amizade
Parabéns ao Leandro pela montagem.
Também um grande obrigado pelos seus votos e amizade que mantém para com esta Associação.
 
Pel'A Direcção,
Adérito Gomes
Camerata Vocal de Torres Vedras
261 315 599
www.camerata.pt

segunda-feira, 19 de março de 2012

Definição de filho por José Saramago: - enviado pelo Cavaleiro, neste dia do Pai!


"Filho é um ser que nos foi emprestado para um curso intensivo de como amar alguém além de nós mesmos, de como mudar nossos piores defeitos para darmos os melhores exemplos e de aprendermos a ter coragem. Isto mesmo ! Ser pai ou mãe é o maior acto de coragem que alguém pode ter, porque é se expor a todo tipo de dor, principalmente da incerteza de estar agindo corretamente e do medo de perder algo tão amado.
Perder? Como?  Não é nosso, recordam-se? Foi apenas um empréstimo".

sábado, 17 de março de 2012

Hoje faz anos o Raul Soares, da CART 1743

Para ti companheiro, que nunca faltas ao toque a reunir, um grande abraço de parabens e que tenhas saude.
PARABENS.
Leandro Guedes.

Fez anos o Serafim

Ontem o Victor Serafim fez anos, 68 ao que presumo.
Parabens companheiro e vê se apareces em Maio, lá para os lados de Almada.
Um abraço.
Leandro Guedes

sábado, 10 de março de 2012

Faleceu o Prof Carlos Silva

Companheiros
Após doença prolongada, faleceu hoje o nosso amigo Prof. Carlos Silva.Presto-lhe aqui a minha homenagem.
Ele foi o grande impulsionador deste nosso blog, partilhando comigo e com outros amigos, a forma de trabalhar com esta ferramenta informática.
E como ele vibrava com os avanços que se iam verificando no blog do BART, não só com o numero de artigos publicados, mas também com cada novo companheiro que íamos reencontrando.
Na nossa escola além de prof de informática (Iniciação, blogs, emails, etc.), ensinava também o jogo de damas, xadrez e bridge.
Para ele a minha homenagem.
Que esteja em Paz!
LG.
__________________________

 Do seu blog “BEM ME QUERES”, escrito em Fevereiro de 2011, já doente, transcrevemos o seguinte texto:


Não há fuga a questões complicadas e assim pensei quando me perguntaram como se vive com morte anunciada.
Na sua essência é a complicação de somenos porque, na verdade, desde logo à nascença, quando nos atiram para a prova de vida, pese embora a validade seja aleatória, a morte vem por apêndice garantida e sem fuga.
Há todavia casos em que o anuncio é cometido a termo definido, como sejam aqueles em que a justiça do grupo entende ser essa a via do castigo ou a própria natureza o faz, natureza que nos rodeia em sua beleza e falácia ou a nossa própria quando os limites são ultrapassados e os elásticos rebentam por demais esticados.
Eventualmente tudo depende da forma como cada um entende a morte, essa coisa que desconhecemos e evitamos comentar naquela falsa sensação de afastamento pois se não vejo não existe, conduta de avestruz mas que o humano bem imita.
No entanto é ela tida senhora do sofrimento e dor, arrastando consigo a noção da perca de posses frequentemente tidas como eternas, não só da nossa vida como daqueles que nos são queridos.
Aqui declaro não saber porque me deu isto hoje, mas pronto, fica arquivado e logo se verá."

sexta-feira, 9 de março de 2012

Ainda o dia da mulher - homenagem do Marinho!

Quando Deus criou Adão e Eva, disse aos dois:
- Tenho dois presentes para distribuir entre vocês: um é para fazer xixi em pé e...
Adão, ansioso , interrompeu, gritando:
- Eu! Eu! Eu! Eu quero, por favor... Senhor, por favor. Sim, iria me facilitar vida substancialmente!  Por favor! Por favor!
Eva concordou e disse que essas coisas não tinham importância para ela. Então, Deus presenteou Adão, que ficou maravilhado. Gritava de alegria, corria pelo jardim do Éden fazendo xixi em todas as árvores. Correu pela praia fazendo desenhos com seu xixi na areia. Brincava de chafariz. Acendia uma fogueirinha e brincava de bombeiro...
Deus e Eva contemplavam o homem louco de felicidade, até que Eva perguntou a Deus:
 E... Qual é o outro presente, Senhor?
Deus respondeu:
- Cérebro, Eva, o cérebro é seu.
_________________________________
Beijo a todas as inteligências…. Que são mulheres. Por algum motivo inteligência é feminino….ehehehe
Carlos Marinho

quinta-feira, 8 de março de 2012

Dia internacional da Mulher!

Poeminha de Louvor ao Strip-tease Secular
Eu sou do tempo em que a mulher
nem mostrava o tornozelo;
que apelo!

Depois, já rapazinho
vi as primeiras pernas de mulher
por sob a curta saia;
que gandaia!

A moda avança,
a saia sobe mais,
mostrando já joelhos
lupercais!

As fazendas com os anos,
se fazem mais leves,
e surgem figurinhas, pelas ruas,
mostrando as lindas formas quase nuas.

E a mania do sport
trouxe o short.

O short amigo,
que trouxe consigo,
o maiô de duas peças.

E logo, de audácia em audácia,
a natureza, ganhando terreno,
sugeriu o biquini,
o maiô, de pequeno, ficando mais pequeno
não se sabendo mais,
até onde um corpo branco,
pode ficar moreno.

Deus, a graça é imerecida,
Mas dai-me ainda
Uns aninhos de vida!

Millôr Fernandes, in "Pif-Paf"
________________________________________________
A Mulher Inspiradora

Mulher, não és só obra de Deus;
os homens vão-te criando eternamente
com a formosura dos seus corações,
e os seus anseios
vestiram de glória a tua juventude.

Por ti o poeta vai tecendo
a sua imaginária tela de oiro:
o pintor dá às tuas formas,
dia após dia,
nova imortalidade.

Para te adornar, para te vestir,
para tornar-te mais preciosa,
o mar traz as suas pérolas,
a terra o seu oiro,
sua flor os jardins do Verão.

Mulher, és meio mulher,
meio sonho.

Rabindranath Tagore, in "O Coração da Primavera"
Tradução de Manuel Simões

domingo, 4 de março de 2012

Homenageamos também o povo de Tite




Para o povo de Tite, vai o nosso abraço solidário, com votos de esperança em dias melhores.
Para todas as etnias ali instaladas, a nossa homenagem!

sábado, 3 de março de 2012

Para todos os nossos amigos pelo mundo


A todos os nossos companheiros, amigos e visitantes, espalhados pelo mundo, a nossa homenagem e o nosso muito obrigado, pelas vossas visitas, pelos vossos comentários, pela vossa presença!
Um grande abraço.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Gilberto Espirito Santo - do Pel Morteiros 1208

Fiquei estremamente surpreso ao ver uma fotografia tirada por volta dos anos 68 aonde eu apareço sentado ao lado de outros colegas daquele tempo,na primeira fila do entao refeitorio do quartel em TITE.Nao consigo lembrar os nomes dos que estao sentados mas o nome do alferes que esta tambem na primeira fila,de pe com uma vareta na mao,esse eu nao esqueci.E o Trovisco de Oliveira e era meu alferes no pelotao de morteiros 1208.Tambem e  infelizmente, tomei conhecimento de que ja não faz parte do mundo dos vivos,e acredito que muitos outros daquele pelotao tambem ja nao existam o que e natural pois o mundo e mesmo assim.
Bom,mas muitos outros tambem irao lembrar-se do GILBERTO ESPIRITO SANTO furriel miliciano do PM 1208 em TITE de 68 a 69 quando depois fui para o QG em Bissau.
Sou esse negrinho que esta de perna traçada  e que se nao me engano tenho do meu lado esquerdo um também furriel do pm 1208,so que nao me lembro do nome.
Pronto meus caros amigos e compaheiros, para todos vos um grande abraço.
Eu,estou em Angola desde que passei a disponibilidade em 1970,se eventualmente quiserem contactar comigo,aqui vai o meu email,
por telefone 915 089 217.
TCHAU.........e abraços para todos.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Oh Gente da Minha terra...


Para os nossos companheiros de Lisboa e Esremadura, gente da minha terra, um grande abraço.