.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes, furriel milº Angola ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

"NINGUÉM DESCE VIVO DUMA CRUZ!..."

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Troféu merecido ao Pica - pelo Justo

Amigos PUM-PUM
Perante a atenta, minuciosa observação e constatação da qualidade extra da listagem efectuada pelo Raulao, (deves ter tomado um frasco inteiro de charope da paciência) aqui vai uma gracinha para o dito cujo.
Pela parte que me toca obrigadinho e cá guardei para memoria futura.
Tudo de bom PRA BOCEZES
José Justo
__________________
Bem merecida esta homenagem, a premiar o trabalho árduo do Pica, na actualização da listagem de moradas de todos nós.
Obrigado amigo.
Abraços
Leandro Guedes.

1 comentário:

Hipolito disse...

Oh artistas:
"Bamos" lá "ber", quando é que também tenho direito a uma medalha?
Farto-me de dar à "pedaleira" e só como sardinha?
Costa, vamos pensar em organizar uma "confraria" só cá pr'ós "murcões", pois estou a ver que os "suleiros" comem tudo . . .
O Santiago, lá de Compostela, mai-lo seu calhau, abriu-me, e de que maneira, a pestana, fiquem sabendo.
É bem merecida a referência ao ciclópico trabalho que o Pica teve em organizar a lista, embora tenha claudicado nos conhecimentos geográficos e confundido germano com género humano.
Se não pr'ó quê, ele que divulgue um SMS que lhe enviei, há minutos, solicitando que, entrasse em contacto com o Cabito, para solucionar um pequeno problema, não genético, mas comum (aos dois) e resultante do excesso de trabalho que deram (ambos os pincha na criva) à ferramenta do foro privado e que pensavam não ser artigo consumível . . .