.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Pobre velho...

Que fazes pobre velho aí sentado,
                Sentado no mesmo lugar de fronte pendida?
                                             Pensando na tua mocidade e sorris com desdém...conformado.
                           Trazes as barbas compridas e roupas mal tratadas...
                       As noites! Essas de angústia ao relento passadas
                  Como eu lamento e choro por te ver sozinho!
                       A pensar talvez n'alguém que pudesse dar a mão
                               Na família, por exemplo, para quem ganhaste o pão...
                           No teu rosto, uma lágrima teimosa corre devarinho
                             Porque essa, a família, já não se julga na obrigação!
            E tu, assim andas sangrando do coração
                És tu, eu e aquele quando se atinge a idade
                      Gente que passa, indiferente, a esta sociedade,
             Olhai, Senhor, e protege o desventurado
         Que caminha errante sem lar nem pão
               Finando-se no sofrimentosem uma mão...
                                 Mas eu queria, meu Deus! um Mundo mais amado...

Autora: Odete Simões

_____________________________________________

Este texto foi transcrito com a devida vénia, do blog LOCAL DE PARTILHA, do meu colega Horácio, da Univ Senior de T.Vedras. Esta aula de blog´s tem sido um autentico nicho de criação de grandes autores de blogs. É mais um blog que aconselhamos a ver.

sábado, 29 de janeiro de 2011

Amigos na guerra, amigos para sempre...

Companheiros
Foi com grande emoção que hoje recebi da mão do Pica Sinos, as lembranças que a seguir dou conta, e que são um prolongamento do meu aniversário, em que fiz nada mais nada menos que 66 anos...
Estas lembranças são em nome de vários companheiros presentes num almoço organizado pelo Henriques com a ajuda do Pica Sinos, para celebrar o 3º. aniversário do blog, em Peniche, e de outros amigos que não podendo estar presentes se quiseram associar não só nas lembranças como na comemoração do Blog.
Ao Henriques os meus agradecimentos, pois a caldeirada estava divinal. E ao pessoal e dono do restaurante Stela, o meu agradecimento também pela sua simpatia.
Os presentes foram:

Paraiso Pinto, capitão
Pica Sinos
Henriques
Arrabaça
Monteiro
Carlos Reguila
Hipólito
Costa
Gonçalves (Sangalhos)
Contige
Carlos Azevedo
Cabito
Marinho
Gentil
Palma
Botas

Dos ausentes:
Cavaleiro
Zé Manuel
Justo
Mestre
Victor Barros

E as esposas do Monteiro, Arrabaça, Contige e Carlos Reguila

esta bela placa faz referencia ao meu nome e aniversário, mas fala no Laranjina. Como sabem eu era assim conhecido por alguns naturais da Guiné, pelos motivos que todos conhecem. Mas apraz dizer que o Laranjina mencionado na placa tem um "N" a mais, mas que isso não lhe tira o valor estimativo que para mim tem.

Neste cartão de parabens estão assinaturas dos amigos presentes no almoço e de outros que não poderam estar presentes.  Está também ao lado um pequeno porta chaves alusivo à Guiné.
Tanto a placa como o cartão e o porta-chaves, foram tarefas que o Pica tomou a peito e cumpriu na perfeição. O Pica tem sido um entusiasta na encomenda e entrega destas placas e cartões, para lembrar os vários aniversários de companheiros. Para o Pica os meus agradecimentos também.


Convém lembrar que neste almoço foram registadas várias histórias de alguns episódios passados na Guiné e que a seu tempo serão narrados pelo Pica.
E também que foi "sanado o diferendo" que existia entre o Monteiro e o Cap. Paraiso Pinto, por causa da disputa dum abrigo durante um ataque dos turras, em que ambos, após desenfreada correria e chegados à sua entrada ao mesmo tempo e não andando nem para trás nem para a frente, entupiram-na de tal maneira que ninguém mais conseguia entrar...
Com a benção do Hipólito, reconciliaram-se...

A todos os meus sinceros agradecimentos pela vossa simpatia e camaradagem

nota- falta dizer que inexplicavelmente o Gentil não ficou na foto de "familia", embora tenha ido ao almoço.
E dizer também que, para consolo do Cavaleiro, também nesta foto está um de nós em posição de "aflição" - o Botas. Na outra foto era o Barbosa, de Vila do Conde, agora foi o Botas.

LG

PARA ALÉM DOS ANOS DO VIANA, ACONTECEU EM PENICHE FESTA RIJA

Para além do aniversário do Viana em Maia - Porto, em Peniche, mais propriamente no dia 29 de Janeiro de 2011. E para comemorar os 3 anos de vida do blog do Bart1914, o nosso Blog, um grupo de mastigantes, a convite do Henrique e com a insistência de há pelo menos 2 anos do Hipólito, no Restaurante Estela, em Peniche, aconteceu festa rija. Não faltando o famoso “pão-de-ló molhado” de Ovar, trazido pelo Costa, que nos obrigou a comê-lo, sem o partir e de garfo para não estragar o paladar.

Antes, em redor de uma bruta caldeirada de peixe, com “rega” branca e tinta, muitos brindes e vivas por uma vida contínua de boas noticias, textos, fotos, etc., os convivas, de vários pontos do país, e em número de 21, não deixaram de se manifestar pela importância da iniciativa do patrão Guedes, “botando” de quando em vez algumas palavras de ocasião.

Acrescenta-se que para além desta primeira comemoração do aniversário do nosso blog, dois outros acontecimentos foram marcantes nesta festa de Peniche, a saber:

No primeiro acontecimento, mais ou menos já pensado, foi a distribuição de uma placa ao “patrão” Guedes, não em razão do 3º aniversário do espaço na NET do Batalhão de Artilharia 1914, mas sim pelo seu sexagésimo sexto aniversário, feito no passado dia 9 de Dezembro de 2010, ao qual não nos convidou! De todo o modo, nós, os mais atentos, e em representação de outros que não puderam estar presentes, não deixamos de dar ao “Laranjina” as melhores felicitações, saúde, dinheiro para gastos e votos de um rápido crescimento do cabelo tendo e conta a visível falta do mesmo.

No segundo acontecimento, nada previsto, foi o momento solene das “pazes” realizadas entre 2 companheiros, derivadas de amuo de uma “pequena” discussão passada há 42 anos, em torno da construção de um abrigo de anti-rebentamentos de material bélico. Esta história, rica no ponto de vista cultural e histórico, mais tarde se contará em pormenor. Contudo, pelo filme apresentado, sobre esta problemática, é visível a viva discussão e os comentários de todos, inclusive das mulheres presentes.

Tenham um bom fim-de-semana
Pica Sinos

O Armando Viana faz hoje anos.

O Viana em Tite e 40 anos depois

Guedes
 
Hoje faz anos o Armando Viana, motivo por que não pode ir à caldeirada, como muito gostava.
 
Se achares bem pôr no blog o aniversário dele, amanhã ficas aurotorizado a papares mais uma batatinha da caldeirada.
 
Até amanhã.
Metes-me em cada uma. Imaginem ter que ir a Peniche "depenicar" duma caldeirada.
Hip.
___________________
Para o Viana um forte abraço de PARABENS, com votos de boa saúde e que conte muitos.
E já que não podes estar connosco, que passes um agradavel dia de anos na companhia dos teus familiares.
LG.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

3º. aniversário do blog - Agradecimento



Companheiros
Vimos agradecer a todos o vosso empenhamento na lembrança deste 3º. aniversário, que terá o seu momento culminante no próximo sábado, dia 29, em Peniche, de roda duma caldeirada preparada pelo Henriques.
Agradecemos às pessoas que nos visitam e lêm, àqueles que nos comentam, àqueles que escrevem os seus artigos, a todos enfim.
Para todos o nosso abraço reconhecido e sincero e que para o ano cá estejamos para festejar mais um.
Ao Cavaleiro prometi este video da Dulce Pontes, pela beleza das vozes e da musicalidade.
Bem hajam!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

3 anos do Blog

Parabéns BLOG pelo teu 3º. aniversário.

Cresceste, estás mais gordinho, nota-se que a papinha “CERELAC” está a dar resultado, estás mais maduro, já abarcas uma diversidade de temas bastante interessantes. Não tantos quantos eu desejaria, mas……….quem dá o que tem ou sabe a mais não é obrigado. Compreendo perfeitamente que seria muito fácil escrever sobre política, sobre sexo, pedofilia ou corrupção. Às vezes…… apetecia-me entrar por aí, só para mandar umas “bocas”, mas sei que os teus patrões não gostam muito.
É…..e depois a vida está cara, os artigos que escrevem custam “pilim”, uns mais “baratuchos”, outros mais “carotes”, depende do escriba, não é?!!
Por falar em “pilim”, quando pagas ao Pica Sinos pela oferta dos porta chaves e das placas comemorativas dos aniversários da malta?!!  Com a crise que aí vai, ele que não se apresse a apresentar a conta!!! Espero que não  venha a cobrar com juros!!!
E o Costa?…….., tens aberto os mail´s que ele tem enviado??!!…….  Olha sabes o que te digo, fala com o Ele, diz-lhe que aqueles filmes caseiros que ele costuma mandar p´ra malta, eram muito mais agradáveis de serem vistos, quando acompanhados por umas fatias de pão-de-ló de Ovar! Molhadinho, se possível……… é o melhor, estás de acordo?!! O Costa que não se esqueça!!Vai-lhe lembrando……
Mas olha, há uma coisa que eu não entendo. Diz-me, não achas que dás demasiada protecção àquele ex  “bombeirito”, que vive lá p´ros lados de Baltar? Sim, aquele sacrista que escreve umas pelintrices duns artigos, que zumba no caneco, no gargalo, o tal que é licenciado em gestão dos tempos livres? Sim, aquele que em Tite tinha três camas, uma  na camarata, outra no SPM e ainda outra, climatizada,  que servia de mesa para a distribuição do correio, lembras-te?! Alguma vez esse sacrista te contou, que em Tite, esfarrapava-se “todinho” para decifrar o secretismo daqueles galfarros, como ele tratava a “gente boa” do CCripto??!. Puxa-lhe pela língua e vais ouvir ele contar aquele episódio em que num belo dia, segundo consta,  rastejou, de bruços, vê bem de bruços (!), a dar cabo dos joelhos e dos cotovelos, para não falar do camuflado que ainda hoje exibe, todo remendado, nas festas e recepções na corporação a que pertence! Mas dizia eu, então ele lá ia rastejando até que chegou  ao “SACRÁRIO”  do secretismo e dos códigos que tanto o intrigavam! E sabes o que ele viu? Olha,   viu três almas, definhadas, enfiadas no buraco. Viu as paredes forradas com fotos de santas, de pastorinhas, de freirinhas! Estavam todas “nuinhas”! Só aí é que ele entendeu a razão da porta estar sempre fechada – era para elas não apanharem correntes de ar e frio!!! Ficou sensibilizado, passou a gostar da malta e até sugeriu que o melhor, para purificação dos nossos pecados, seria fazermos uma promessa ao Santuário de Fátima. Um dia, a combinar, iríamos então a Fátima, a pé sem comer e beber!!  Ah sim, depois da reza, daríamos uma saltada a Aguada de Cima, ou à Mealhada para uma almoçarada de leitão, no Vidal ou no Pedrol! Com reza ou sem reza, o Hipólito não perdoava!!! Então, sabes bem que ele vai a todas !!! Vai  para Peniche, para Montes Altos, S. Pedro de Muel, Fátima, Meco, Monte Fialho, Porto, Lisboa, Sintra, Algarve, etc., etc. Vai ao cozido, vai ao pernil fumado, vai às caldeiradas a Peniche, vai à Tia Alice, vai à cabeça de pescada grelhada, vai a sardinhadas, olha vai a todas!! Pergunta-lhe se vai no próximo dia 29 à caldeirada a Peniche! Oh, se não vai!!! Está lá caidinho! Ele que não se cuide!

 E o outro, o loirinho (que já foi), que parece que não parte um prato e todos nós sabemos que é o mestre da banda da academia sénior?!! Ah! Ele é o que dono do BLOG?!! Então, deixa-me confidenciar-te uma coisa! Quando o vires bem disposto diz-lhe que eu tenho o hábito de acordar com música. É fácil. Sintonizo a estação que quero, e às horas que entendo, é só música!  Pergunta-lhe por que é que quando acedemos ao teu blog não ouvimos a música de imediato? Não é só o teu visual que é importante! Diz-lhe que um tema musical como “pano de fundo”, também é muito apelativo. E ficavas ainda mais “charmoso”! Mas atenção, nada de música PIMBA! Sugere-lhe para pôr temas à votação, estás de acordo? Já viste o que seria abrir o teu blog e gramarmos com o “aperta aperta com ela” ou com a “cabritinha”?!! Já estás a ver o Costa a mandar mais umas “caseiradas”, não estás?!!! 
 E que é….. daquele que nunca apareceu  aos nossos almoços? Quem?! O das miniaturas de carrinhos de bombeiros, popós de corrida, aviões, tanques, bicicletas, o das pinturas………Sim aquele “criptozinho” tatuado, musculado, qual cinturão negro (!), que vai escrevendo umas coisas para o teu blog, lembras-te!!?  Esse mesmo! Aquele que vai fazendo umas “montagensinhas” com as fotos da malta, o que põe o Guedes e o Pica Sinos em Times Square e na Brodway, não te lembras?! Será que ficou em VOLGOCRADO e deixou cá a sua alma gémea?!! Anda bastante distraído, já reparaste?! Não achas que era a ele que lhe competia, como artista, chamar a atenção do patrão (entenda-se, dono do Blog), que a foto do grupo que aparece quando clicamos no teu site está uma vergonha?!! Que mais parece uma foto de um casamento gay do que uma foto de heróis!! Não vês lá dois carecas  com o braço um por cima do outro?!  Parece   mesmo uma foto de um convívio de maricões!! O fotógrafo também podia ter esperado um pouco. E aquele que está á rasquinha, com as mãos nos joelhos?!E o de Mira, aflitinho?!! Também lá está o pai natal disfarçado………, enfim, é mesmo uma foto deprimente!…... Além disso, falta mais de metade da companhia!! Para não falar pelo desprezo por esta malta cá de cima!……….Nem vê-los?!!! 
Antes de passar à parte séria do tema, deixem-me dar um grande abraço aos amigos acima referidos, a todos os amigos que directa ou indirectamente alimentam o nosso BLOG. E sem querer fugir ao tema, deixem-me dizer-vos que salvo raras excepções, como  são o caso do Raúl Soares e mais alguns da CART 1743, os amigos a que me refiro são todos os da CCS e os dos pelotões de Morteiros e Daimler que estiveram connosco em Tite. São esses que eu conheço, foi com eles que passei os bons e maus momentos vividos em Tite. Foi com eles que eu cresci. É com eles que eu tenho o grato prazer de pelo menos uma vez por ano lhes dar um apertado abraço e de passar umas horas verdadeiramente agradáveis.  Esta é a minha posição. Perdoem-me todos os outros colegas das restantes companhias do BART, mas sinceramente não faz sentido reunirmo-nos todos, quando não nos conhecemos.
Pois é verdade. Este nosso Blog, como todos os outros, também tem tido ao longo destes três anos pontos altos e baixos, tal e qual a nossa própria vida. Tanta coisa aconteceu e mudou na minha e na vossa! Gostaria de ter participado mais, escrevendo sobre alguns temas e não o fiz. Fica a intenção. Também não é vergonha assumir que, recuando no tempo, poderíamos ter feito coisas bem melhor, de forma diferente. É sempre assim. É sinal de que crescemos. É como a vida – é mesmo assim!
 Contudo, também não é vergonha nenhuma assumir que existem coisas muito mais importante do que o nosso BLOG – refiro-me, claro está, à nossa família e aos nossos amigos: às vezes, damos por nós a pensar no tempo que retiramos àquilo que realmente importa na nossa vida.
Finalmente, gostaria de aproveitar esta oportunidade para recordar a memória dos nossos queridos amigos já desaparecidos, a quem, de tantas vezes recordados, também será deles o sucesso deste BLOG. Não mereceriam, alguns deles uma abordagem ao seu carácter à sua personalidade, à sua postura, à sua amizade e solidariedade? Não serei eu a pessoa certa para descrever as suas exactas palavras nem os temas das suas preferências. Nem disponho de dados que me levem a fonte correcta. Mas sei que há muito boa gente capaz de o fazer. Vamos a isso Guedes, Pica Justo, Hipólito, Costa, ok,? Prometido? Fico à espera.
 Termino dando novamente os parabéns ao “BLOG”  e a ele me refiro desta forma porque, sem dúvida, ele ganhou vida própria muito para lá do seu “criador” e “co-editores” – e essa é a magia deste universo bloguista.
Parabéns a todos.
Cavaleiro

Os 3 anos do blog

Fazer aniversário é ter a certeza de que ao menos uma vez ao ano a vida será vista de uma maneira diferente.
Fazer aniversário é brincar de crescer e quem sabe mais tarde virar "gente".
É sorrir sem ter motivo ou chorar pela mesma coisa.
É ter de novo a certeza de que os sonhos ainda poderão se realizar.
É reconhecer que amigos se importam com a sua importância.
É contar o tempo que se viveu e o que se deixou de viver.
É luz na escuridão.
É lembrar da vitória de um dia ter sido embrião.
É aprender a valorizar o tempo.
É contar com a presença dos ausentes.
É tornar novo o que se fez velho.
É fazer do novo o sempre.
Enfim, fazer aniversário é contar, os minutos, as horas os dias meses e anos, e muito mais que tudo isso...
Fazer aniversário é saber que só se nasce uma vez e que por isso a oportunidade de viver é única e isso torna o valor da vida sem valor, porque Fazer Aniversário é viver sem preço, mas viver feliz.

(Lyndcey Lee)
José Justo
_______________________

Para vocês mentores do nosso blog um bem haja.
                    Não esperava outra coisa da vossa parte se com a vossa competência não tivesssem
 criado um blog com a categoria do trabalho bem feito que é um regalo para os olhos e para a leitura tudo o que está publicado é trabalho de grande categoria, só tenho pena dos 12 meses que perdi em não ter entrado no mesmo.

                     Para vós grandes companheiros vai um abraço de gratidão

                                          PARABÉNS  BART  1914

                                                                  UM
ABRAÇÃO PARA TODOS E ESPERO PARA O PRÓXIMO                                                    CONSIGA DAR OS PARABÉNS

                     MARINHO

3º. aniversário deste nosso blog

do Zé Justo
_____________________________
SALVÉ 25 Janeiro

Parabéns Blog Bart1914! Hoje hein!!

Dizer que foi sensacional teres nascido, são frases feitas. Como elogios, clichés, composições cheias de intenções (ou não). Etc…
Poderíamos simplesmente agradecer e retomar a normalidade. Mas sabemos que a nossa reacção a um elogio não é simples.
Quem diz que o mundo virtual é frio, não sabe o valor de cada palavra aqui escrita em cada comentário dos amigos que para aqui escrevem assiduamente e que desde já também estão de parabéns.
Faço votos para que este “cantinho” continue presente e que se possível receba a colaboração de outros camaradas!

** FELIZ ANIVERSÁRO**
José Costa
_____________________________
Bom dia meu caro Leandro
Três anos passaram num instante e já vai fazer  42 anos que regressamos da Guiné. O tempo voa.
Vou ver se arranjo tempo para contar um episódio da vida na Guiné.
Um abraço

Raul Soares
CART 1743
_______________________
Em data de aniversário é comum ouvirmos cantar os parabéns, bater as palmas e desejar muitos anos de vida.
Para um BLOG que tem por missão avivar memórias, recordar amigos, promover convívios, noticiar acontecimentos, três anos de vida é muito bom. E eu que o diga. Não é fácil motivar pessoas para manter um BLOG vivo, fazendo-as participar, neste caso com entusiasmo.
E passaram três anos cheios de novidades, recordações, notícias, encontros e reencontros, fotografias e textos da maior variedade de estilos e motivações.
Para mim, tomar contacto com ele foi uma experiência muito boa porque sou dado a viver recordações. E cada fotografia publicada ou nome referido é motivo para reviver parte da minha mocidade já distante. Afinal, vivi muitas das situações que ele refere e conheci todos, ou quase, os que menciona.
Teve início numa época em que nós já declinávamos na idade. Há três anos, a ideia de começar uma coisa nova, só mesmo de alguém corajoso mesmo depois de saber que podia contar com carolas para colaborar. Sobretudo após quatro décadas em que a nossa memória foi arquivando muitos acontecimentos.
Pela minha parte desejo que ele venha a ser mantido por muito tempo e ganhe cada vez maior número de adeptos e participantes activos.
Para o BLOG e seus bloguitas, MUITOS PARABÉNS e UMA SALVA DE PALMAS.
Joaquim Caldeira
Ex-Furriel Miliciano da C CAÇ 2314

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Hipólito não te esqueças das prendinhas...

Hipólito disse...


Não esqueço, nã senhor . . .
Já agora e se não é indiscrição, que outros aniversários se vão comemorar ?
Não é por nada, mas, como vou passar, obrigatoriamente, pelas Caldas, aproveitava para comprar lá as prendinhas . . .
E, vai de roda, vai de roda . . .
_______________________
Amigo,
Seria um prazer, mas não dá! Ando, felizmente bem de saúde, mas outros valores……
Ficará para outra oportunidade.
Se fores, peço-te que sejas o meu fiel “entregador” de abraços a toda aquela malta amiga.
Para ti e família, tudo de bom.
Um abraço,
Cavaleiro

Ps. Quando vieres para estes lados dá notícias, Ok?
________________________
AMIGO RAUL É COM MUITA PENA MINHA QUE NÃO POSSO COMPARECER NO ALMOÇO MAS DESDE JÁ DESEJO A TÔDOS OS QUE ESTARÃO EM CONVIVIO UM OPTIMO ALMOÇO E UM DIA FELIZ« UM GRANDE ABRAÇO PARA TÔDOS
Victor Barros.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Caldeirada em Peniche

Meus Caros
Ainda não sei ao certo quantos somos, tenho que fazer este ponto de situação até à próxima 4ª feira.
Já sei qual o Restaurante - Estelas de Peniche - é o melhor lá do sitio no ponto de vista do servir.
A concentração é às 13 horas no Jardim de Peniche junto ao Posto de Turismo paredes meias com a muralha.
O preço é de 25 euros por pessoa.
- entradas
- caldeirada
- sobremesas

_____________________
Tenho bastante pena,mas a caldeirada fica para outra oportunidade.
           Um abraço

                    Jorge Claro

Gente que já disse sim no almoço em Peniche:

Guedes, Henrique, Palma, Gentil, Raul, Contige + (1?),
Marinho, Hipólito +1, Monteiro +1, P.Pinto + (1?), Costa,
Carlos Leite + 1, Arrabaça + (1?).

Gente que não pode estar presente e com muita pena:

Amador, Zé Manel, Régua, Correia e Carlos Azevedo

Pica Sinos
________________________
Companheiros
Hà dias liguei para o Matos ele mora em Arruda dos Vinhos era giro convida-lo para ele se juntar a nós, acontece que ele também não tem transporte alguém que fosse e estivesse próximo para lhe dar boleia, vejam o que podem fazer.

                                           Um abração  MARINHO

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Caldeirada em Peniche - próximo dia 29, Sábado


Companheiros
A fim de comemorarmos os 3º. aniversário do Blog e outros aniversários, o Henriques está a organizar um almoço de Caldeirada de peixe fresco.
Será em Peniche e o nome do local será oportunamemte anunciado.
O dia será 29 de Janeiro, um Sábado.
Os interessados devem contactar o Leandro Guedes, o Pica Sinos, o Henriques ou o Hipólito, por telemovel ou por email.
Um abraço. Bom Ano 2011.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

EX-combatentes - petição

Através do Costa, chegou-nos a seguinte petição:

Caros amigos e ex-camaradas:

Volto ao vosso contacto para informar que a petição "Os ex-combatentes solicitam ao Estado Português o reconhecimento cabal dos seus serviços e sacrifícios", http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=P2011N5306, está a ter uma boa adesão. Neste momento já foram recolhidas 365 assinaturas.

Porém, verifiquei que algumas assinaturas não foram confirmadas. É preciso não esquecer que, após a assinatura da Petição, terá que ser feita a sua confirmação a partir do email que o Site PETIÇÃO PÚBLICA envia para a caixa de correio de cada um de vós. Caso contrário, a assinatura não é validada.

Penso que todos saberão que a Petição é dirigida a todos os cidadãos, podendo ser assinada por quem for maior de idade. Como é óbvio, não é necessário ser ex-combatente.

Repito que é necessário vencer a info-exclusão, transmitindo aos que não têm Internet, que poderão, com a ajuda dos que a têm, VOTAR/ADERIR/CONCORDAR/ASSINAR.

Mais uma vez solicito e agradeço a todos os ex-camaradas que desenvolveram BLOGUES ou PÁGINAS DE INTERNET, e a todas as pessoas que, duma forma ou doutra o possam fazer, que noticiem este facto e, se possível, publiquem o link, acima indicado, para aceder à mesma.

Esta Petição já se encontra difundida nos seguintes endereços:
http://guerracolonial.blogs.sapo.pt/
http://cart2732.blogspot.com/2011/01/peticao-assembleia-da-republica-e-ao.html
http://blogueforanadaevaotres.blogspot.com/2011/01/guine-6374-p7591-ex-combatentes-da.html

Sabemos que também já corre no FaceBook e no Twiter.

Como sabem, é necessário obter um mínimo de 4.000 assinaturas, para que a mesma possa ser entregue aos Órgãos do Estado a que se destina: Assembleia da República e Governo.
 
Os meus cumprimentos e um abraço fraterno do seu autor
 
Inácio Silva
ex-CART 2732
Mansabá-Guiné

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Os barcos Rabelo, do Douro - pelo Júlio Garcia

video
Os barcos rabelos eram usados outrora para  trazer do Alto Douro  o vinho para ser envelhecido nos armazéns de Vila Nova de Gaia.
Desciam o Douro com a corrente carregados de pipas de vinho e subiam-no vazios usando aquelas velas quadradas, aproveitando o vento dominante de noroeste a que nós chamamos nortada.
Repare-se que o vinho é produzido no Alto Douro, envelhecido em Gaia e chama-se Vinho do Porto (Port Wine).
Porque será?
 A sua grande comercialização começou com os ingleses que se instalaram na margem direita do rio onde tinham os seus escritórios e centros de convívio.
A cidade era para eles Oporto e o vinho port wine.
 Ainda hoje os maiores armazéns mantêm a designação inglesa:
Kopke, Sandman, Offley, Taylors, Cockburn's, etc.
Há quem não goste de ouvir, mas também nós fomos uma colónia dos ingleses.
 Exploraram outros sectores além do vinho, como os carros elétricos, os telefones e os caminhos de ferro.
Ainda hoje a sua circulação é pela esquerda.
Tal como o metro de Lisboa; e o do Porto só não o é porque tem percursos à superfície que partilha com outras viaturas.
O barco rebelo, hoje, apenas serve de decoração e de publicidade.
Claro que já não transportam vinho nem sobem o Douro.

Julio Garcia - CCAÇ 2314
_______________________
Ao ler este artigo, lembro-me dos imensos desastres que aconteciam no Douro, com barcos rabelo. Além das cheias que eram anuais e por vezes bianuais. Faziam-se romarias para ver as cheias do Douro, que galgava as margens e submergia totalmente as casas em Miragaia, freguesia da cidade do Porto.
O Douro foi sempre motivo e cenário de grandes tragédias, uma delas a da Ponte das Barcas, e outra a do afogamento do marido da Ferreirinha, dona dos vinhos do Portro com o mesmo nome e grande impulsionadora da modernização das vinhas do Douro.
Acerca do afogamento do Barão de Forrester, na Wikipédia, diz:
Em 1861, o barco de Forrester virou-se no Cachão da Valeira, sendo arrastado para o fundo por causa do cinto com dinheiro que levava consigo, nunca tendo sido encontrado o seu corpo. Nessa derradeira viagem, fez-se acompanhar por D. Antónia Adelaide Ferreira, mais conhecida como "Ferreirinha", que segundo reza a história, não se afogou porque as saias de balão que então vestia, a fizeram flutuar até à margem do Rio Douro. Hoje em dia, depois de construídas algumas barragens, o Cachão da Valeira já não constitui o perigo de outrora para os navegadores do Douro. Pode contemplar-se a beleza do Cachão a partir de um monte próximo conhecido como "São Salvador do Mundo".

nota - vale a pena visitar este monte de SÃO SALVADOR DO MUNDO, bem como o MIRADOURO DA GALAFURA. Decididamente a não perder.
LG.
São Leonardo da Galafura - Miradouro

São Salvador do Mundo - Miradouro

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

... e vamos comemorando, comemorando, comemorando ...!!!

O Diário do Professor Arnaldo – A fome nas escolas

Ontem, uma mãe lavada em lágrimas veio ter comigo à porta da escola. Que não tinha um tostão em casa, ela e o marido estão desempregados e, até ao fim do mês, tem 2 litros de leite e meia dúzia de batatas para dar aos dois filhos. Acontece que o mais velho é meu aluno. Anda no 7.º ano, tem 12 anos mas, pela estrutura física, dir-se-ia que não tem mais de 10. Como é óbvio, fiquei chocado. Ainda lhe disse que não sou o Director de Turma do miúdo e que não podia fazer nada, a não ser alertar quem de direito, mas ela também não queria nada a não ser desabafar. De vez em quando, dão-lhe dois ou três pães na padaria lá da beira, que ela distribui conforme pode para que os miúdos não vão de estômago vazio para a escola. Quando está completamente desesperada, como nos últimos dias, ganha coragem e recorre à instituição daqui da vila – oferecem refeições quentes aos mais necessitados. De resto, não conta a ninguém a situação em que vive, nem mesmo aos vizinhos, porque tem vergonha. Se existe pobreza envergonhada, aqui está ela em toda a sua plenitude. Sabe que pode contar com a escola. Os miúdos têm ambos Escalão A, porque o desemprego já se prolonga há mais de um ano (quem quer duas pessoas com 45 anos de idade e habilitações ao nível da 4ª classe?). Dão-lhes o pequeno-almoço na escola e dão-lhes o almoço e o lanche. O pior é à noite e sobretudo ao fim-de-semana. Quantas vezes aquelas duas crianças foram para a cama com meio copo de leite no estômago, misturado com o sal das suas lágrimas…Sem saber o que dizer, segureia-a pela mão e meti-lhe 10 euros no bolso. Começou por recusar, mas aceitou emocionada. Despediu-se a chorar, dizendo que tinha vindo ter comigo apenas por causa da mensagem que eu enviara na caderneta. Onde eu dizia, de forma dura, que «o seu educando não está minimamente concentrado nas aulas e, não raras vezes, deita a cabeça no tampo da mesma como se estivesse a dormir».
Aí, já não respondi. Senti-me culpado. Muito culpado por nunca ter reparado nesta situação dramática. Mas com 8 turmas e quase 200 alunos, como podia ter reparado?
É este o Portugal de sucesso dos nossos governantes. É este o Portugal dos nossos filhos.
____________________
este texto foi-nos enviado pelo Pica Sinos.

A visão dum estrangeiro sobre Portugal

para ler este artigo, clica no meio do texto

____________________________
este texto foi-nos enviado pelo Cavaleiro.
Convém lembrar que o embaixador inglês, tem um blog que faz parte da nossa coluna de "blogs simpáticos", apesar de já não ter movimento há 3 anos. E dizer também que este Senhor vai ser substituido em breve na sua função de Embaixador, partindo para Londres a fim de ocupar lugar na administracção publica da Grâ-Bretanha.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

O Marinho é avô - Parabens ao Marinho


Hoje dia 12 de Janeiro de 2011 pelas 0 horas e trinta minutos as tropas de elite do Hospital S. Francisco Xavier entraram na favela da Flavia "minha nora", para tentarem resgatar a Maria Gabriela "minha neta" que estava sequestrada a nove meses, conseguiram e muito bem recupera-la, saiu com 3 K e 800 gramas e 52 cm de comprimento,  já ponho reservas se é minha neta pois a avó tem cabelo branco e o avô é careca.
Como todos nós sabemos os bebes são sempre parecidos connosco, mas DEUS deu-me a alegria de vir perfeitinha.
Tirei fotos que em breve enviarei por mail.
Um abração para todos do
vosso companheiro
Marinho

Maria Severa - de Ovar a Lisboa

MARIA SEVERA, nasceu em Lisboa, aos Anjos, numa barraca nos montes.
Seu pai, Severo Manuel de Sousa, era de etnia cigana e a mãe, Ana Gertrudes, uma portuguesa de Ovar que, com outros pescadores da região, tinha emigrado para Lisboa.
À sua ascendência cigana atribui-se a sua beleza exótica e o seu cantar expressivo, que conquistou os boémios da capital
A sua mãe (Ana Gertrudes), era uma célebre prostituta da Mouraria, conhecida pelo sobrenome de “Barbuda” e a própria MARIA SEVERA terá ingressado muito cedo na mesma profissão, tendo-se distinguido rapidamente nesse meio, não só pela sua beleza trigueira, como ainda pelos seus dotes invulgares de “cantadeira de Fado”
Viveu em vários bairros de Lisboa: Graça, Bairro Alto, Mouraria e foi neste último que acabou por morrer.
Conta-se que MARIA SEVERA percorria os bairros populares de Lisboa e que a sua voz animou as noites de muitas tertúlias bairristas, tornando assim famosas, pela sua presença, as tabernas que frequentava.
A SEVERA cantava e batia o Fado na taberna da “Rosária dos óculos”, situada ao cimo da Rua do Capelão, na chamada “casa de pedra”.
A sua juventude, cheia de beleza, despertou paixões e ocasionou desvarios, fez perder a serenidade e a compostura de fidalgos, de burgueses, de artistas e de políticos.
Alguns escritos da época dizem que MARIA SEVERA era linda, era alta um pouco delgada, cabelos muito pretos, lábios muito vermelhos e nos olhos uma expressão indescritível.
Diz-se que terão sido os seus olhos que atraíram o Conde de Vimioso, aliado ao seu doce canto e à paixão deste pelo som da guitarra
O Conde era um homem garboso e de boa figura. Foi o primeiro cavaleiro tauromáquico da sua época, facto que não foi indiferente a MARIA SEVERA, pois ela revelava um enorme entusiasmo pelas corridas de touros e sobretudo pelo toureio equestre. Ora foi esse entusiasmo de MARIA SEVERA por esta arte, que originou, não só a sua aproximação ao Conde de Vimioso, mas também que ela tantas vezes o tivesse cantado em letras de Fados.
Havia, na verdade, um grande contraste entre a condição social destes amores (MARIA SEVERA/CONDE DE VIMIOSO) e isso deu lugar a muitos boatos, mas também e sobretudo, a muitos Fados.
MARIA SEVERA teve a intuição de que após a sua morte ainda havia de andar muito nas bocas do mundo, como resulta destas sextilhas de sua autoria:

Quando a morte me levar
Não há decerto faltar
Quem diga mal da Severa!
Pois neste mundo falaz
De tudo se é capaz
E só o mal se tolera...

Lá na fria sepultura,
Nessa cova tão escura
Irei enfim descansar?
Pressinto que em expiação
E novamente ao baldão
Aqui terei de voltar...

Leviano e mulherengo, o Conde de Vimioso acaba por deixar a Severa e apaixona-se por uma cigana, facto que a deixa desvairada, mas, dado já se manifestarem sintomas da doença que a haveria de matar (tuberculose), MARIA SEVERA já não teve forças nem vivacidade para lutar pelo seu amor.

MARIA SEVERA morre pobre e abandonada, num miserável bordel da Rua do Capelão, a 30 de Novembro de 1846.
Consta que as suas últimas palavras terão sido: “Morro sem nunca ter vivido” – tinha 26 anos.
Foi sepultada em vala comum, sem caixão, conforme era seu desejo expresso nos seus próprios versos que cantava:

                                     Tenho vida amargurada
                                     Ai que destino infeliz!
                                     Mas se sou tão desgraçada
                                     Não fui eu que assim o quis.

                                     Quando eu morrer, raparigas,
                                     Não tenham pesar algum
                                     E ao som das vossas cantigas
                                     Lancem-me na vala comum.
Mas foi após a sua morte que ela se tornou, de facto, um símbolo do Fado.
Na verdade, desde então jamais os autores de letras de fados deixaram de a celebrar, sugestionados pela lenda dessa mulher de baixa condição que, todavia, logrou transpor os umbrais da fama.
De entre as muitas composições que falam dela, uma alcançou grande êxito (com letra de José Galhardo e música de Raúl Ferrão
                                            Num beco da Mouraria
                                           Onde a alegria
                                           Do Sol não vem,
                                           Morreu Maria Severa.
                                           Sabem quem era?
                                           Talvez ninguém
_____________________
Em homenagem ao nosso companheiro Costa de Ovar e aos nossos companheiros de Lisboa, alfacinhas de gema, transcrevemos aqui com a devida vénia, este interessante artigo do blog DIVERSIDADES, acerca de MARIA SEVERA.

http://diversidadesquecidas.blogspot.com/

Vale a pena uma visita a este blog, principalmente lendo este mesmo artigo que, lá, está muito bem documentado.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Do Marinho para os seus companheiros de Guerra.

Hoje partiu um grande homem, que muito deu pela liberdade de expressão, amizade e democracia era um homem que nunca apareceu em grandes parangonas do meio jornalístico, foi sempre uma pessoa muito assertiva sempre contra a violência e sempre ao lado da democracia e bem estar onde nunca se aproveitou do 25 de Abril para se elevar sempre muito amigo de quem precisa de uma correcção e educação nunca se armando em herói sempre humilde e amigo do seu amigo, o que me faz escrever este breve texto é simplesmente para testemunhar a revolta que sinto quando vejo noticias em que tanto jornais como televisivos enchendo toneladas de informação sobre o assassinato do Sr. Carlos Castro que eu respeito mas que fez ele em prol do trabalhador? em prol da liberdade? não me dizem? para se dar tanto interesse a pessoas que nada dizem para quem sentiu na pele aquilo que nós sentimos numa guerra que não era nossa mas que tínhamos de lamber em beneficio dos fachos que amealhavam numa migalha nossa tão distante balúrdios em escudos, é uma revolta que sinto e tinha que escrever sobre este assunto não é por ter por amigo e bom conselheiro sempre pronto a dar a mão a quem por passava, por isso digo um bem haja ao nosso CAPITÃO DE ABRIL VITOR MANUEL FERREIRA ALVES

DEUS TE DÊ TUDO A DOBRAR NO CÉU O QUE NOS DESTE A NÓS NA TERRA

Do teu amigo CARLOS (Marinho)

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Há 45 anos atrás...

No dia 10 de Janeiro de 1966, muitos de nós "assentaram praça" nos diversos quarteis espalhados pelo País.
Eu fui para as Caldas, juntamente com o meu amigo de infancia, Daniel. Outros foram para outros lados.
Fomos  tirando as diversas especialidades, em quarteis diferentes e depois de algum tempo reunimo-nos na Parede e partimos com direcção a Tite na Guiné Bissau.
Daí para cá a amizade tem unido toda esta tropa e tem dado bons frutos.
Para todos vós, todos nós, as maiores venturas.
Um abraço fraterno com votos de boa saúde.
LG.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Os emails que o Hipólito recebe...

O ano de 2010 terminou. Quero, portanto, agradecer a todos os e-mails muito educativos que recebi durante o ano. Estou convencido que sou um caso perdido e que as minhas hipóteses de cura são quase nulas. Isso porque:

1. Já não consigo abrir a porta da casa de banho sem usar um toalhete de papel;
2. Também já não confio na empregada do bar para me pôr rodelas de limão no meu copo de água com gelo sem ficar preocupado com as bactérias que certamente estarão na casca de limão;
3. Já não consigo sentar-me sobre a colcha da minha cama de hotel sem imaginar o que aconteceu sobre ela desde que foi lavada pela última vez;
4. Tenho relutância em apertar a mão de alguém que tenha estado a conduzir porque, estatisticamente, o passatempo favorito de muitas pessoas quando conduzem sozinhas, é esgravatar o nariz;
5. Já não saboreio o meu petisco favorito em paz porque fico preocupado imaginando quantos litros de gordura transgénica tenho ingerido nos últimos anos;
6. Não consigo tocar na bolsa de qualquer mulher, com medo que ela o tenha posto no chão de uma casa de banho pública qualquer;
7. Sinto-me na obrigação de enviar os meus agradecimentos a quem me enviou um e-mail sobre a tendência que os ratos têm de fazer cocó na cola dos envelopes, pois agora tenho de usar uma esponja molhada para fechar cada envelope;
8. Além disso e pelo mesmo motivo, já não consigo evitar esfregar furiosamente a parte superior de qualquer lata de refrigerante antes de abri-la;
9. Gastei todas as minhas economias, porque as fui enviando para uma menina muito doente (Penny Brown) que está prestes a morrer pela 1.387.258ª vez;
10. Estou teso, mas isso vai mudar quando eu receber os $15.000 que o Bill Gates / Microsoft e a AOL vão enviar-me por participar no seu programa especial de e-mail;
11. Tenho medo de ir tomar uma bebida a um bar, com receio de acordar numa banheira cheia de gelo com os rins estripados;
12. Não consigo comer um KFC porque fico imaginando que as suas galinhas são horríveis aberrações mutantes sem olhos, nem pés, nem penas;
13. Não consigo usar desodorizantes porque causam cancro, mesmo que eu possa ficar a cheirar como um búfalo de água num dia de intenso calor;
14. Graças a vocês aprendi que as minhas orações só são respondidas, se enviar um e-mail para sete dos meus amigos e fizer um desejo dentro de cinco minutos;
15. Por causa das vossas preocupações eu já não bebo Coca-Cola porque ela tem também a capacidade de remover manchas da sanita;
16. Já não meto gasolina sem ter alguém por perto para tomar conta do carro para evitar que algum maluco de um assassino em série possa entrar sorrateiramente no banco de trás enquanto eu atesto o depósito;
17. Já não uso filme plástico no micro-ondas porque provoca sete tipos diferentes de cancro;
18. E obrigado por me dizerem que não devo ferver um copo de água no micro-ondas porque pode explodir na minha cara, desfigurando-me para sempre;
19. Já não vou ao cinema porque poderia ser picado por uma agulha infetada com SIDA ao sentar-me;
20. Já não vou aos centros comerciais para evitar ser drogado com uma amostra de perfume e ser de seguida roubado;
21. Não atendo o telefone, com medo de que alguém me peça para discar um número qualquer que me vai fazer receber uma conta absurda de uma mão-cheia de chamadas para a Jamaica, Uganda, Singapura e Uzbequistão, etc.;
22. Já não compro biscoitos no Continente pois agora tenho a sua receita sem transgénicos;
23. Graças a vocês eu agora apenas uso a minha sanita porque tenho um medo de morte que uma enorme serpente preta possa estar escondida sob o assento e trincar o meu traseiro causando-me morte instantânea;
24. Também já não apanho moedas perdidas no chão (nem tão pouco sabonetes no chão duma qualquer casa de banho...) porque provavelmente foram lá colocadas por algum molestador sexual à espera que eu me abaixe para atacar;
25. Já não faço jardinagem, com medo de ser picado pela aranha viúva negra e não chegar a tempo a um centro de socorro;
Se vocês não re-encaminharem este e-mail para, pelo menos, 144 mil pessoas nos próximos 70 minutos, uma grande pomba com diarreia fará uma descarga direta sobre as vossas cabeças amanhã, às 17:00, e as pulgas de 120 camelos infestarão as vossas costas provocando o nascimento de uma enorme bossa cheia de pelos. Sei que isso irá ocorrer, porque na verdade aconteceu com o melhor amigo da cabeleireira do amigo do primo do segundo marido da ex-sogra do meu vizinho que por acaso é casado com a irmã de um amigo meu...
Oh! já agora...
Um cientista alemão da Argentina, após estudo aturado, descobriu que as pessoas com atividade cerebral insuficiente leem os seus e-mails com os dedos no rato.
Não se preocupem em tirá-los agora... é tarde demais.
PS: A partir do momento que me foi dito num e-mail que os salpicos da água do autoclismo atingem uma distância de mais de dois metros passei a guardar a minha escova de dentes na sala de estar.

Desejo a todos vocês um 2011 muito bom ...... e uma vida muito saudável ...... Vocês são o máximo!
Hipólito