.


“Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma”


(Do Padre António Vieira, no "Sermão da Terceira Quarta-Feira da Quaresma", na Capela Real, ano 1669. Lembrado pelo ex-furriel milº Patoleia Mendes, dirigido-se aos ex-combatentes da guerra colonial.).

-

"Ó gentes do meu Batalhão, agora é que eu percebi, esta amizade que sinto, foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

“Ninguém desce vivo duma cruz!...”

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial

-

Eles,
Fizeram guerra sem saber a quem, morreram nela sem saber por quê..., então, por prémio ao menos se lhes dê, justa memória a projectar no além...

Jaime Umbelino, 2002 – in Monumento aos Mortos na Guerra Colonial, em Torres Vedras


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

RECONHECIMENTO

ESTES SÃO OS EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART. FALTAM AQUI OS EMBLEMAS DAS UNIDADES DA ARMADA E DA FORÇA AÉREA QUE TANTAS VEZES FORAM AO ENXUDÉ, A TITE, A NOVA SINTRA E OUTROS AQUARTELAMENTOS, PARA ENTREGA E LEVANTAMENTO DE CORREIO, REABASTECIMENTOS DE GÉNEROS E MATERIAL BÉLICO E OUTRO DIVERSO, OU PARA EVACUAÇÃO DE MORTOS E FERIDOS E TAMBÉM PARA FLAGELAÇÃO DO IN. E AINDA VÁRIAS UNIDADES DE INTERVENÇÃO RÁPIDA TAIS COMO PARAQUEDISTAS, FUZILEIROS, COMANDOS E OUTRAS COMPANHIAS, PELOTÕES OU SECÇÕES, PARA AJUDA EM MOMENTOS MAIS DIFICEIS.

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

VAMOS ALMOÇAR A S. PEDRO DE MOEL, AMANHÃ, 27 DE NOVEMBRO 2010

Companheiros
Eu, Vítor Barros, nascido, criado e com a vida desenvolvida na Marinha Grande, propus-me organizar no próximo sábado dia 27 de Novembro, nas redondezas desta cidade operária, em S. Pedro de Moel, um almoço/encontro de confraternização com os companheiros que desejarem e possam estar presentes.
Dizer, por um lado, que o objectivo é igual aos demais encontros/almoços que amiúde se teem verificado ultimamente sobretudo a sul. Ou seja sempre que for possível e oportuno, rever e estar com os companheiros e suas famílias em são convívio é sempre um grande prazer, já que a vida é curta e, convém aproveitar, gozar, desfrutar da amizade e da camaradagem que sempre nos uniu desde há, felizmente, largos anos.



Por um outro lado dizer que este almoço/convívio também visa a mobilização e a promoção dos insubstituíveis almoços anuais, no objectivo de que as vontades para as presenças dos camaradas e suas famílias, nesses almoços anuais, tenham presenças em número crescente, comparativamente aos que os ao longo dos anos já se realizaram.


O “rancho” é realizado no principal hotel de São Pedro de Moel, Horel Mar e Sol,  Consta ter uma magnífica vista para o mar. A ementa, esta, escolhida pelo especialista em culinária depois de Tite, o nosso querido companheiro Hipólito que, decerto não deixou de ter uma “olhadela” da Sr.ª D. Fernanda sua mulher.


O local: Hotel Mar Sol


A Ementa.
Entradas: Pão, Manteigas, Rissóis, Croquetes, Pasteis de Bacalhau.
Bebidas: Vinhos Tinto e Branco (da casa), Cerveja, Sumos, Aguas Minerais e Café.
Doce e Fruta
O Menu:
Sopa de Peixe,
Tranches de Cherne com Molha de Camarão e Puré
Lombo de Porco Assado
O Preço 19,00 Euros por pessoa
Claro que este almoço/convívio tem também como objectivo que os amigos e companheiros desfrutem as paisagens da região, do mar e do pinhal que a circunda. São oportunidades que não devem ser desperdiçadas. 


Sabiam que são Pedro de Moel, desde o Sec. XV, com o desenvolvimento acentuado a partir do Sec. XVIII, e por esses tempos fora, foi sendo maioritariamente habitado por pessoas com posses económicas acima da média, nomeadamente donos de empresas da Marinha Grande e Leiria. Outras tiveram aqui as casas que utilizavam em férias ou fins-de-semana – Lisboa, Coimbra, Santarém, etc.



Ora bem, creio que não só os donos de empresas têm direito a estes privilégios, nós também temos direito a desfrutar daquilo que é bom e nos dá prazer .

Como pontos de interesse: a Praia Velha, o Farol do Penedo da Saudade, a Praia da Concha e a Ribeira de Moel. A sul, as praias de Pedra do Ouro, Polvoeira, Paredes da Vitória e Aguas de Madeiros. No interior do pinhal, na zona de São Pedro de Moel, existem vários parques de merendas extremamente agradáveis, bem como a famosa “Volta dos Sete” e “Volta dos Cinco", que são percursos lindíssimos que misturam mar, pinhal e praia, com pura floresta, fontes, ribeiros e riachos.


Estás convidado Companheiro
Vítor Barros

1 comentário:

leandro guedes disse...

Olá Barros
Obrigado pelo convite.
Acontece que devido a outro compromisso gastronómico não me é possivel estar presente.

Bom almoço para todos.
Um grande abraço.
Leandro Guedes