.

--

Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma! (Patoleia Mendes ).

-

"Ó gentes do meu Batalhão /

Agora é que eu percebi /

Esta amizade que sinto /

Foi de vós que a recebi…"

(José Justo)


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART
EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

sábado, 2 de outubro de 2010

Justo não dizes nada...???

Justo não dizes nada mas o desafio está lançado.
Se a caldeirada não for um êxito a culpa é tua...
A bola está do teu lado.
Abraços.
LG.

5 comentários:

José Justo disse...

Pessoal, ainda não é desta, e tenho a certeza que vocês são bem capazes de dar cabo dos peixinhos, mesmo sem mim.
Bem têm treinado com os talheres...andam a recordar os petiscos que a malta fazia em Tite?
XXXXcorações

Leandro Guedes disse...

Não venhas com papo furado.
A caldeirada é em Peniche, contigo.
Sem ti, nada feito.
Pelo menos pelo meu lado.
Abraços
LG.

Leandro Guedes disse...

Não te estou a dizer para ires ao almoço anual. Estou a ordenar (mas isto de ser furriel não vale nada?...)a ordenar que vás a um almoço restrito com pouca malta que te estima. Ou achas que ainda não te deram provas disso?
Pensa e decide
Abraços.

Hipólito disse...

Ah ganda furriel ! . . .
Não há como os de antigamente ! . . .
Bem me queria parecer que esse marmelo de Carnaxide estava a calçar as botas para "chutar p'ra canto", mais um vez.
Nem pense. Não lhe perdoo, cem anos que viva, perder a caldeirada que os trapaceiros (Guedes e Pica) já, há que séculos, prometeram.
E "biba" o furriel, que é quem manda na marrecada dos cabos e soldados !
Tenho dito

José Justo disse...

Guedes e Companheiros
Eu aprecio, e muito a amizade de todos vós, não sei como possa expressar ainda mais o que afirmo.
Agora peço-vos que não insistam na minha presença, quando eu tenho motivos para adiar uma coisa que muito quero e muito prazer me daria.
Ando com alguns berbicachos chatos motivados a dieta que deveria fazer e que mando às ortigas, e claro, depois pago a taxa.
Eu continu-o na minha "o mal que me faz, pelo prazer que me dá" e a coisa fica neste ponto.
Como dizia o nosso Pessoa..."ai que prazer não cumprir um dever"...o das dietas, claro.
Amigos, peço-vos que compreendam as minha recusas, mas os motivos estão bem latentes.
Quando a coisa estiver estabilizada, garanto-vos que haverá festa da rija!! será grande o prazer de vos partir os osssos dos costados num forte abraço!!
BRAÇÕES e um queijo.