.


“Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma”


(Do Padre António Vieira, no "Sermão da Terceira Quarta-Feira da Quaresma", na Capela Real, ano 1669. Lembrado pelo ex-furriel milº Patoleia Mendes, dirigido-se aos ex-combatentes da guerra colonial.).

-

"Ó gentes do meu Batalhão, agora é que eu percebi, esta amizade que sinto, foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

“Ninguém desce vivo duma cruz!...”

"Amigo é aquele que na guerra, nos defende duma bala com o seu próprio corpo"

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial

-

Eles,
Fizeram guerra sem saber a quem, morreram nela sem saber por quê..., então, por prémio ao menos se lhes dê, justa memória a projectar no além...

Jaime Umbelino, 2002 – in Monumento aos Mortos na Guerra Colonial, em Torres Vedras
---

“Aos Combatentes que no Entroncamento da vida, encontraram os Caminhos da Pátria”

Frase inscrita no Monumento aos Mortos da Guerra Colonial, no Entroncamento.


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

RECONHECIMENTO

ESTES SÃO OS EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART. FALTAM AQUI OS EMBLEMAS DAS UNIDADES DA ARMADA E DA FORÇA AÉREA QUE TANTAS VEZES FORAM AO ENXUDÉ, A TITE, A NOVA SINTRA E OUTROS AQUARTELAMENTOS, PARA ENTREGA E LEVANTAMENTO DE CORREIO, O SPM, REABASTECIMENTOS DE GÉNEROS E MATERIAL BÉLICO E OUTRO DIVERSO, OU PARA EVACUAÇÃO DE MORTOS E FERIDOS E TAMBÉM PARA FLAGELAÇÃO DO IN. E AINDA VÁRIAS UNIDADES DE INTERVENÇÃO RÁPIDA TAIS COMO PARAQUEDISTAS, FUZILEIROS, COMANDOS E OUTRAS COMPANHIAS, PELOTÕES OU SECÇÕES, PARA AJUDA EM MOMENTOS MAIS DIFICEIS, NÃO ESQUECENDO AS ENFERMEIRAS PARA-QUEDISTAS.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

As Festas de Viana do Castelo - Oferta A. Cavaleiro

3 comentários:

Raul Pica Sinos disse...

E o Cavaleiro disse:

Amigo Pica,
..... .....
..... .....
..... .....

Viana nesta altura transfigura-se. Com a arte de bem receber, anima e apresenta um programa que embora sendo repetitivo é sempre agradável de ver e de fazer encher o “olho” às centenas de milhar de pessoas que nos visitam.

As últimas cinco fotos são da minha neta que vai levada pela mão de uma amiga. Também lá está um puto da idade dela. São amigos.

Repara que a Maria já vai toda descomposta e o puto já vai descalço.

Podes dizer mal do fotógrafo, porque realmente as fotos estão uma vergonha! Aquilo é um bocado violento para as crianças e ainda por cima com um sol muito forte e quente como esteve. Mas se não forem os avós a incentivar os netos………..lá se vão as romarias!!!! Os novos têm de dar continuidade!

As outras fotos………são p’ra romaria!!!!

Atenção!!!!! A malta cá de cima (os provincianos!) não se esquecem daqueles que projectaram o nome da nossa cidade por todos os cantos do mundo.

Desta vez coube em sorte a Amália Rodrigues, homenageada com um dos muitos carros alegóricos. Não sei se sabes que ela já tem no centro histórico uma ruela com o seu nome.

Vê tu bem como os provincianos gostam dos “mouros”!!!!

Um abraço,

Cavaleiro

Leandro Guedes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leandro Guedes disse...

Cavaleiro
Estás de parabéns. Belas fotos duma Festa em grande, a da Senhora da Agonia.
Há quantos anos lá não vou.
E a tua netinha está linda.
Quanto a provincianos e mouros, já não sei a quais pertenço. Ao fim e ao cabo para uns sou um traidor para outros um intruso...
Um abraço, amigo.
Leandro Guedes