.


“Se servistes a Pátria que vos foi ingrata, vós fizestes o que devíeis e ela, o que costuma”


(Do Padre António Vieira, no "Sermão da Terceira Quarta-Feira da Quaresma", na Capela Real, ano 1669. Lembrado pelo ex-furriel milº Patoleia Mendes, dirigido-se aos ex-combatentes da guerra colonial.).

-

"Ó gentes do meu Batalhão, agora é que eu percebi, esta amizade que sinto, foi de vós que a recebi…"

(José Justo)

-

“Ninguém desce vivo duma cruz!...”

António Lobo Antunes, escritor e ex-combatente

referindo-se aos ex-combatentes da guerra colonial


.

.
.

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART

RECONHECIMENTO

ESTES SÃO OS EMBLEMAS DAS UNIDADES OPERACIONAIS ESTACIONADAS EM TITE E AINDA DAS COMPªS DO INICIO DO BART. FALTAM AQUI OS EMBLEMAS DAS UNIDADES DA ARMADA E DA FORÇA AÉREA QUE TANTAS VEZES FORAM AO ENXUDÉ, A TITE, A NOVA SINTRA E OUTROS AQUARTELAMENTOS, PARA ENTREGA E LEVANTAMENTO DE CORREIO, REABASTECIMENTOS DE GÉNEROS E MATERIAL BÉLICO E OUTRO DIVERSO, OU PARA EVACUAÇÃO DE MORTOS E FERIDOS E TAMBÉM PARA FLAGELAÇÃO DO IN. E AINDA VÁRIAS UNIDADES DE INTERVENÇÃO RÁPIDA TAIS COMO PARAQUEDISTAS, FUZILEIROS, COMANDOS E OUTRAS COMPANHIAS, PELOTÕES OU SECÇÕES, PARA AJUDA EM MOMENTOS MAIS DIFICEIS.

Facebook

Para abrires o nosso FACEBOOK, clica aqui


______________________________________________________________

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Carlos Martins, da Pedrulha, Coimbra

Mais um camarada foi encontrado - o Carlos Martins.
Com estas fotos, que a sua filha Cristina me enviou, toda a gente se lembra dele.
Vou transcrever a carta que dele recebi em 26 de Janeiro e que só agora divulgo por ter estado à espera das fotos.
Quem ficará concerteza contente será o cap. Paraiso Pinto, pois o Carlos Martins foi o seu braço direito quando era preciso conduzir.
.
"Caro amigo
Em resposta à sua carta escrevo-lhe para o informar que também estive em Tite entre 1967 e 1989, no mesmo Batalhão por si referido, pertencendo à CCS, 4º. grupo e de facto chamo-me Carlos Martins (eu tinha-lhe escrito uma carta à procura do Carlos Reguila...)
Desempenhava funções de condutor de Comandante de Companhia, Capitão Paraiso Pinto. Durante o dia desempenhava a função de remover o lixo com o jeep.
Mais tarde fui transferido para Bissau, para condutor do Delegado de Batalhão, função esta ocupada pelos furrieis Serafim e Jorge Claro.
Efectivamente também pertenci à equipa de futebol.
Envio os meus dados
Carlos Martins
Rua do Leitão, 23 - Pedrulha
3025-087 Coimbra.
tlm - 91 86 404 15
.
(quem lhe quiser escrever ou telefonar, aqui ficam os seus contactos.)
------------------
Segundo informação recenteda sua filha, o Carlos Martins já veio a alguns almoços organizados no centro do país, que como sabemos foram poucos.
De qualquer maneira promete ir ao de Ovar.

Sem comentários: